Últimas:
MT: Rodoviários de Várzea Grande ameaçam paralisar se não receberem vacina contra a Covid-19

VÁRZEA GRANDE – Em meio a crise gerada pela pandemia, os rodoviários do transporte público municipal de Várzea Grande, na Região Metropolitana de Cuiabá, informaram que se a categoria não receber a vacina contra a Covid-19, a cidade poderá ficar sem ônibus em breve. De acordo com Edval Luiz Pereira de Souza, que é o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana – Sintrobac, a previsão inicial é de que haja apenas um protesto, para que a categoria seja ouvida pela Prefeitura de Várzea Grande. Caso não haja mudança, os trabalhadores devem partir para a paralisação total.

O sindicalista informou que segue em conversa com o governo municipal e que já encaminhou ou ofício junto a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande solicitando a vacinação, porém, ainda não tiveram uma resposta de retorno.

Se até a próxima semana, não houver uma orientação clara e objetiva da administração municipal, acredita-se que a categoria possa cruzar os braços, como forma de pressionar a prefeitura para que todos sejam vacinados em breve.

De acordo com Edval, no último dia 27 de abril, os diretores do sindicato estiveram reunidos com o prefeito Kalil Baracat – MDB, a pedido dos motoristas, para debater a inclusão da categoria no grupo prioritário de vacinação.

O presidente destaca que a categoria atende cerca de 40 mil usuários de ônibus diariamente e não parou de trabalhar desde o início da pandemia. Apontou ainda que Cuiabá irá imunizar trabalhadores de três empresas de transporte, mas Várzea Grande ainda não atendeu à única que atua no município.

Prefeitura se manifesta

A Prefeitura de Vázera Grande informou através de nota que a administração municipal encaminhou o pedido dos rodoviários e que o mesmo está em análise, juntamente com uma reivindicação dos garis da cidade. Ainda segundo a nota, a Secretaria Municipal de Saúde segue verificando a possibilidade de os rodoviários receberem a vacina, já que o governo municipal vem seguindo o que passou estabelecer o Plano Nacional de Imunização – PNI, divulgado pelo Ministério da Saúde.

O governo municipal, porém ainda não sinalizou para uma data resposta para a categoria.

Com informações da Prefeitura de Várzea Grande e Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana – Sintrobac

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: