BTG Pactual mantém recomendação neutra após resultado da Marcopolo (POMO4)

BTG Pactual mantém recomendação neutra após resultado da Marcopolo (POMO4)

4 de maio de 2021 0 Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – O banco BTG Pactual divulgou um relatório nesta terça-feira (4), mantendo a sua recomendação neutra para os investimentos na Marcopolo (POMO4), após a empresa divulgar seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2021, encerrando todo o período com um prejuízo de R$ 14,7 milhões, em relação ao lucro líquido de R$ 10,7 milhões que foram registrados no mesmo período do ano anterior.

Foto: Reprodução de Internet

A receita líquida da Marcopolo somou R$ 834 milhões, uma redução de 9,3% ante o 1T20. O lucro bruto atingiu R$ 100,5 milhões, com margem de 12%. O EBITDA totalizou R$ 23,5 milhões, com margem de 2,8%. O prejuízo líquido foi de R$ 14,7 milhões, com margem de -1,8%, como informou a fabricante de ônibus.

Em seu relatório, o Banco BTG Pactual informa em seu relatório que o conjunto dos resultados no período foi “pobre”, com receitas na linha do esperado, mas com uma margem inferior. “A Marcopolo reportou um conjunto modesto de resultados no primeiro trimestre, divulgando vendas in-line, mas margem abaixo do esperado”.

Segundo o banco, a empresa adaptou o tamanho de seu quadro de funcionários para volumes inferiores aos planejados para o primeiro semestre de 2021, o que resultou em um impacto negativo de R$ 9 milhões.

Marcopolo afirma que segue líder no mercado de ônibus

Na manhã desta terça-feira (4), a Marcopolo Brasil, informou em nota que a companhia segue líder na produção brasileira de carrocerias para ônibus, com 51,6% de participação.

A produção consolidada da companhia foi de 3.016 unidades no 1T21, sendo 2.586 no Brasil (12% inferior à do 1T20) e 430 no exterior (14,2% abaixo do volume de 1T20).  Já a produção total de ônibus no país caiu 32,6% no comparativo anual, totalizando 3.065 unidades no primeiro trimestre deste ano, sem incluir os ônibus do modelo Volare.

Com informações do Banco BTG Pactual, Marcopolo Brasil e Suno Research.