Últimas:
Viação Águia Branca segue como empresa Laço Amarelo

CARIACICA E VITÓRIA – A Viação Águia Branca informou nesta segunda-feira (30), que segue como empresa “laço amarelo” e mantenedora do Observatório Nacional de Segurança Viária. Seu compromisso tem como maior prioridade a segurança em todas as suas operações do transporte de passageiros. “As ações para um trânsito seguro são planejadas e implementadas diariamente. Nós nos sentimos honrados com a responsabilidade de transportar vidas humanas e fazemos absolutamente tudo pela segurança de nossas viagens e de nossos clientes”, aponta CEO da Viação, Paula Barcellos Tommassi Corrêa.  

Entre as iniciativas de maior destaque da empresa relacionadas à segurança estão o programa Medicina do Sono, criado há mais de 20 anos. É ele que permite o acompanhamento e o monitoramento da saúde dos motoristas, antes, durante e após cada viagem. Com isso, todos têm condições plenas de saúde, descanso e atenção para exercer suas funções com segurança.   

Além disso, em todas as viagens há o monitoramento por câmeras e equipamentos de telemetria embarcados nos ônibus. As rotas são mapeadas e, assim, são estabelecidos padrões de velocidade e condução do veículo para cada trecho. Com isso, a segurança e o conforto dos passageiros são garantidos.   

Com a pandemia da Covid-19, novas preocupações de segurança surgiram e a Viação Águia Branca reforçou também os cuidados com a higienização dos veículos e fez mudanças no sistema de ar-condicionado para filtrar o ar duas vezes mais do que o exigido pelos órgãos de controle. Todos os passageiros têm a temperatura monitorada no momento do embarque e precisam permanecer de máscara durante todo o trajeto.  

Maio Amarelo 

O Observatório Nacional de Segurança Viária promove anualmente a campanha Maio Amarelo, que busca conscientizar os brasileiros sobre a importância de um trânsito seguro no Brasil e no mundo. O movimento, que em 2021 completa 10 anos, traz como tema “Respeito e responsabilidade. Pratique no trânsito”.  

E o momento exige que a segurança no trânsito seja uma preocupação ainda maior. Segundo dados do Observatório da Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, no ano passado, 741 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito no estado. Isso significa que, por dia, pelo menos duas pessoas foram vítimas fatais de acidentes. No comparativo com o ano de 2019, houve uma redução de 8,1%, considerada muito pequena diante da drástica redução do fluxo de veículos causada pela pandemia.   

O número de acidentes no trânsito é uma preocupação mundial e, por isso, a Organização das Nações Unidas – ONU e a Organização Mundial da Saúde – OMS decidiram por uma 2ª Década de Ação de Combate aos Acidentes no Trânsito, com o mesmo objetivo da década anterior: reduzir em 50% o número total de mortes no trânsito em 10 anos. 

Com informações da Viação Aguia Branca

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: