Rio: Viação Acari pode fechar nas próximas semanas

Rio: Viação Acari pode fechar nas próximas semanas

28 de abril de 2021 0 Por Redação Revista do Ônibus

RIO – A Viação Acari que opera diversas linhas municipais no Rio de Janeiro, comunicou nesta quarta-feira (28), aos Consórcios Internote e Transcarioca que deverá deixar de operar na cidade, fechando as portas nas próximas semanas, devido a crise financeira que atravessa nos últimos anos, e que vem se agravando com a pandemia da Covid-19, devido a drástica queda no número de passageiros transportados.

Os moradores da cidade do Rio de Janeiro que utilizam as linhas 254, 277, 456, 457, 607, 650, 667 e 686, temem pelo fechamento da empresa, já que até o momento, não sabem como ficará a situação do transporte nos bairros onde a Viação Acari atende.

Os rodoviários da empresa informam que estão com salários atrasados e já realizaram diversas manifestações e paralisações por conta da falta de pagamentos.

De acordo com o presidente da Sintraturb, Sebastião José, a entidade está aguardando a notificação oficial do fechamento para tomar as medidas judiciais para resguardar o direito dos profissionais que trabalham na empresa. Em janeiro do ano passado, o sindicato havia ingressado com uma ação no Tribunal Regional do Trabalho pedindo a penhora da arrecadação dos consórcios Internorte e Transcarioca, além do da Viação Acari, para que se regularizasse os pagamentos atrasados dos motoristas, cobradores, fiscais e do administrativo da empresa. No mesmo mês, os funcionários haviam feito uma paralisação para reivindicar o pagamento dos salários que estavam atrasados há dois meses.

A Prefeitura do Rio informou que a Secretaria Municipal de Transportes – SMTR disse que não foi notificada sobre a paralisação. Por meio do sistema de monitoramento via GPS, a SMTR ainda não identificou a redução da circulação de ônibus vinculados à Viação Acari. Cabe ressaltar que  o consórcio é responsável pela operação das linhas e pelo gerenciamento das empresas integrantes do grupo, que deverão cobrir os mesmos trajetos para não deixar os usuários desatendidos.

O Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro – Rio Ônibus, informou que ainda não há certeza sobre quais empresas que iriam substituir as linhas que eram de responsabilidade da Viação Acari, e nem quais serão extintas. A empresa também é a 17ª companhia extinta por reflexos da crise financeira que se abateu no setor desde 2015 e que foi agravada com a pandemia, fazendo o setor acumular um déficit de receita de R$1,3 bilhão. Desde março do ano passado houve uma queda de cerca de 50% dos passageiros pagantes, com a média diária de passageiros transportados caindo de 3,5 milhões para 1,7 milhão. Por isso, o risco de que outras empresas desapareçam também é grande.

Os Consórcios Internorte e Transcarioca ainda não se manifestaram sobre a situação.

Com informações do Informações RJ