São Paulo: Greve de ônibus é suspensa após acordo com governo

São Paulo: Greve de ônibus é suspensa após acordo com governo

20 de abril de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – A greve de ônibus que foi anunciada pelo presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo – SindMotoristas, Valdevan Noventa durante entrevista ao programa Brasil Urgente da TV Bandeirantes na tarde desta última segunda-feira (19), para durar 24 horas a partir da meia noite desta terça-feira (20), acabou sendo suspensa, após um acordo realizado na noite desta última segunda-feira (19) com representantes do Governo do Estado de São Paulo.

 Além do município de São Paulo, a paralisação atingiram ainda outras cidades da Região Metropolitana. Na cidade vizinha de Guarulhos, o  o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo – Sincoverg, também anunciou a suspensão da paralisação que também ocorreria na cidade.

A categoria vinha reivindicando que o governo do estado incluísse os rodoviários que são trabalhadores do transporte que mais estão se expondo à contaminação pela Covid-19, diariamente, onde os coletivos circulando lotados nos principais horários da manhã e tarde.

Reunião aconteceu no gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Paulo – Foto: Divulgação

“A Secretaria de Estado de Saúde recebeu a determinação do governador João Doria de se debruçar na vacinação da categoria. O Estado entende que é importante imunizar os trabalhadores do transporte, não só pelos riscos que correm, mas, sobretudo, por serem essenciais no funcionamento da sociedade. Assim como fizemos com outras categorias, precisamos construir de forma coletiva este plano”, disse o Secretário-Executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro.

Durante a reunião, os representantes do Governo de SP ressaltaram também a importância do Governo Federal de viabilizar mais vacinas, não só para atender a estes segmentos, mas a todos os brasileiros.

Como o Governo do Estado de São Paulo sinalizou a confirmação de que os rodoviários passariam receber muito em breve a vacina da Covid-19, a paralisação foi suspensa.

Um documento que foi assinado no final da região da noite desta sexta-feira (19), o Governo do Estado de São Paulo, passou se comprometer detalhar como será o calendário de vacinação dos rodoviários até a próxima quinta-feira (22), quando a gestão de João Doria, deverá anunciar detalhes do plano de vacinação para a categoria.

Foto: Divulgação

Com informações do SindMotoristas, Band News FM e Sincoverg