Últimas:
Salvador: Rodoviários ameaçam iniciar greve na segunda-feira 19 se acordo não for homologado

SALVADOR – A Prefeitura de Salvador precisa articular rapidamente para que se evite na próxima segunda-feira (19), uma greve do transporte municipal. Na tarde desta sexta-feira (16), os rodoviários de Salvador, anunciaram que podem entrar em greve por tempo indeterminado, no início da semana, caso o problema envolvendo o pagamento do Fundo de Garantia dos funcionários demitidos da Concessionária Salvador Norte – CSN não seja resolvida até este sábado (17), quando está prevista uma nova rodada de negociação entre Prefeitura e representantes da empresa.

No início da manhã desta sexta-feira (16), rodoviários realizaram um protesto contra a não homologação do acordo que previsa a quitação as dívidas trabalhistas, fechando com isso, todos os principais acessos à Estação Lapa, causando grande congestionamento na região. Além da Estação Lapa, houve registros de protestos ainda na Estação Pirajá e Mussurunga, por algumas horas da manhã.

“Hoje foi um aviso e fechamos temporariamente a Lapa. Se não acertar esse acordo e não pagar as indenizações dos trabalhadores a cidade vai parar. O prefeito diz que não está na mão dele. Se não assinar amanhã, poderemos ter um blackout no tranporte público a partir de segunda”, disse o diretor do sindicato que representa motoristas e cobradores, Daniel Mota, em entrevista para a Record TV Itapoan.

A TV Itapoan, ainda entrevistou o secretário de Mobilidade Fabrizio Muller, que alegou que o problema tem que ser resolvido entre os ‘rodoviários e patrões’ e que a Prefeitura não é parte do processo.

Rodoviários pedem vacina já para a categoria

Na Estação Pirajá, os rodoviários protestavam solicitando que a categoria fosse inclusa no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19.

“Queremos prestar solidariedade aos colegas que faleceram de covid. Somos um para-choque da sociedade. A gente entende que o secretário Leonardo Prates e o secretário do estado [Fábio Vilas-Boas] tem que se manifestar. Sabemos que os policiais, são importantes e os professores também, mas acordamos às 4h da manhã para levar as pessoas para os seus trabalhos”, ressaltou Mota.

De acordo com Daniel Mota, ao menos 27 funcionários do transporte municipal morreram em decorrência das complicações da Covid-19.

O sindicato dos rodoviários de Salvador, informou que no início da tarde de hoje, os ônibus retornaram a operação na Estação Pirajá.

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Salvador, TV Itapoan e Band News FM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: