MG: Rodoviários da Viação São Miguel encerram paralisação em Uberlândia

MG: Rodoviários da Viação São Miguel encerram paralisação em Uberlândia

13 de abril de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

UBERLÂNDIA – Terminou na manhã desta terça-feira (13), a paralisação dos rodoviários da Viação São Miguel em Uberlândia. Uma assembleia foi realizada nesta manhã, onde a categoria acabou aceitando a proposta da direção a empresa, encerrando assim, a paralisação que chegou ao segundo dia, prejudicando a mobilidade urbana de Uberlândia.

De acordo com  De acordo como o Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Uberlândia – Sinttrurb, a direção da empresa de ônibus não realizou o pagamento do salário e nem do vale alimentação, motivo pelo qual, os funcionários entraram em greve. O Sinttrurb informou que a operação municipal será normalizada nas próximas horas.

No acordo feito entre a empresa de ônibus e seus funcionários, foram aprovados o pagamento de 50% do salário e do tíquete do mês de março que serão pagos na próxima sexta-feira (16) e os outros 50% do salário e do vale no dia 23 deste mês. Além disso, está contemplado o adiantamento salarial integralmente no dia 30 de abril. Também será concedida a remuneração dos dias parados, incluindo o tíquete.

Os funcionários realizaram um protesto da manhã desta segunda-feira (12), na frente da garagem da empresa, que está localizada no Distrito Industrial de Uberlândia. O Sinttrurb informou que apenas quatro ônibus estavam circulando na cidades, dos 97 ônibus que a empresa possui em sua frota, complicando o deslocamento de funcionários das atividades essenciais.

A Viação São Miguel, informou que cinco ônibus estava operando nas seguintes linhas:

  • dois da linha T120: Terminal Umuarama – Luizote de Freitas;
  • um na T123: Terminal Umuarama – Terminal Central – Avenida Monsenhor Eduardo;
  • um na T151: Terminal Industrial – Terminal Central;
  • um na I251: Terminal Industrial – Terminal Umuarama.

Nesta última segunda-feira (12), a empresa de ônibus, assim como o sindicato da categoria e a Prefeitura de Uberlândia emitiram nota que podem ser lita na íntegra abaixo.

Viação São Miguel emite nota

Em nota, a empresa São Miguel informou que está em “desequilíbrio contratual”. Confira a íntegra:

“A Concessionária informa que, por conta da pandemia e do agravamento da crise econômica, encontra-se em situação de grande prejuízo financeiro, o que acarretou um desequilíbrio contratual. Ressalta, ainda, que dois acordos foram feitos juntos à Prefeitura Municipal de Uberlândia na tentativa de solucionar essa situação, porém que não estão sendo cumpridos. Além disso, tenta alavancar recursos com terceiros. A Concessionária reforça que não está poupando esforços para regularizar a situação o mais breve possível. Reitera que está aberta ao diálogo para construir uma solução viável para todas as partes, com o intuito de que os clientes sejam assistidos da melhor forma.”

Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Uberlândia – Sinttrurb comenta a paralisação

De acordo com o Sindett, os acordos realizados pela Prefeitura de Uberlândia são com a Ubertrans, que gere o Sistema Integrado de Transporte (SIT), portanto alcança todas as empresas concessionárias do transporte coletivo de Uberlândia.

A entidade sindical afirmou ainda que esses acordos são para o equilíbrio contratual, já que os veículos estão transportanto menos pessoas, quantidade que não paga o sistema. Portanto, o Município deveria realizar um aporte para não haver reajuste de tarifa.

Prefeitura de Uberlândia se posiciona

“A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes informa que já notificou a empresa São Miguel para que o serviço seja reestabelecido, inclusive já tento solicitado o apoio às outras duas empresas em algumas linhas atendidas pela São Miguel. Quanto ao acordo firmado entre o município e as empresas perante ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) no ano de 2020, a Prefeitura de Uberlândia esclarece que os repasses já foram feitos e novos aportes não serão realizados. Por fim, a Settran destaca que tem tomado as medidas necessárias para que o contrato de serviço firmado entre as partes seja cumprido, uma vez que o documento prevê penalidades em caso de descumprimento por parte das empresas.”

Com informações da Prefeitura de Uberlândia, Viação São Miguel, Sinttrurb e Tv integração