SP: Rodoviários entram em greve nesta sexta-feira em Marília. Tarifa de ônibus sofreu reajuste

SP: Rodoviários entram em greve nesta sexta-feira em Marília. Tarifa de ônibus sofreu reajuste

9 de abril de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

MARÍLIA – Os rodoviários da empresa Grande Marília, que atende o transporte municipal de parte da cidade, entraram em greve na manhã desta sexta-feira (9), deixando milhares de moradores sem transporte. Nesta última quinta-feira (8), os funcionários realizaram uma paralisação parcial de quatro horas, onde estaria recebendo apenas 30% do valor dos salários. Parte da zona norte de Marília segue sem ônibus nesta tarde.

No mês de fevereiro, a direção da empresa de ônibus solicitou junto a prefeitura o fim do contrato referente ao transporte de passageiros na cidade de Marília, porém, a Justiça determinou no final do mês de março, que a prestação de serviço, siga sendo realizada em Marília.

Ainda no início do mês de março, o Sindicato dos Rodoviários de Marília, informou que a empresa Grande Marília, que opera linhas nos bairros da zona leste e norte de Marília, seguia sem fazer o pagamento de salários que deveria ter sido feito na última sexta-feira (5), e encaminhou ao menos quinze ônibus para o município de Bauru. A informação é do presidente do Sindicato dos Motoristas, Aparecido Luís dos Santos.

Mesmo com o aumento no valor da tarifa de ônibus na última quinta-feira, que tinha o valor de R$ 3,80 e aumentou para R$ 4,50. De acordo com a Prefeitura de Marília, o Prefeito Daniel Alonso negou o reajuste solicitado pelas empresas de ônibus do transporte público de R$ 6,24 por ser totalmente inviável e principalmente por conta da pandemia que o Brasil está passando. 

Pela garantia da continuidade dos serviços prestados e pensando nos funcionários das empresas que não estão recebendo os seus salários, concederá o reajuste da tarifa, aprovado pelo SAF (Sistema Auxiliar de Fiscalização do Transporte Coletivo Urbano de Marília) no valor de R$4,50.

O decreto do reajuste será publicado no próximo sábado (10) estipulando a vigência do novo valor. 

Grande Marília emite nota

Em nota, a empresa Grande Marília disse que ofereceu o pagamento de somente 30% do salário e não tem previsão de conseguir pagar o restante, pois não existe receita no sistema, e a prefeitura de Marília se recusa a receber a empresa para se chegar a uma solução que viabilize o sistema.

Uma reunião está prevista entre a empresa e a prefeitura ainda nesta tarde. Porém, não há previsão para o retorno do transporte.

Com informações da Grande Marília, Prefeitura de Marília e TV Tem