PR: Rodoviários de Londrina realizam paralisação do transporte nesta sexta-feira

PR: Rodoviários de Londrina realizam paralisação do transporte nesta sexta-feira

9 de abril de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

LONDRINA – Os moradores de Londrina amanheceram nesta sexta-feira (9), sem muitos ônibus circulando, devido uma paralisação do transporte municipal, na região norte do Paraná. Muitos coletivos não deixaram as garagens no início da manhã, afetando diretamente a vida de milhares de moradores que dependem do ônibus para se locomover no município.

A categoria reivindica o pagamento integral dos salários, e mesmo com audiências realizadas junto ao Ministério Público do Trabalho, não ouve avanço nas negociações, os rodoviários decidiram paralisar as atividades na cidade de Londrina.

Assim como a circulação dos ônibus municipais, a paralisação desta manhã, também prejudicou as linhas intermunicipais de cidades da Região Metropolitana de Londrina, que também não teve ônibus circulando nesta manhã. Os coletivos da empresa TIL voltaram a circular no início da manhã após um acordo assinado com funcionários. A empresa se comprometeu a fazer o restante do pagamento dos funcionários na segunda-feira (12).

Todas as demais linhas das outras empresas que operam na cidade, seguem sendo prejudicadas com a paralisação dos rodoviários desta sexta-feira. Pela manhã, as empresas de ônibus, divulgaram nota, alertando que atravessam uma crise financeira devido aos reflexos da pandemia da Covid-19, e que não possuem condições de cumprir com obrigações, como o pagamento de salários.

Os empresários do transporte, afirmaram ainda que a capacidade econômica-financeira das operadoras se esgotou com a pandemia e pedem ao Poder Público auxílio para reequilibrar as contas.

De acordo com dados divulgados pela Prefeitura de Londrina, o número de usuários do transporte coletivo praticamente caiu pela metade ao longo dos meses de pandemia.

Dados da Companhia Municipal de Transporte e Urbanização – CMTU, que é responsável pela fiscalização do serviço na cidade, mostram que enquanto em fevereiro de 2020 foram vendidas 2.264.567 passagens, em janeiro de 2021 foram 1.238.866 .

A CMTU informou ainda que antecipou o repasse de R$ 6 milhões para as duas concessionárias do serviço nos três primeiros meses deste ano.

Na nota, a companhia diz que “o poder público, assim como a maioria dos segmentos empresariais, também passa por dificuldades em razão da crise provocada pela pandemia da COVID-19.

Desde o início dos reflexos da pandemia, a CMTU tem feito intervenções diárias para buscar o equilíbrio entre a redução do número de passageiros e a oferta do serviço”.

Com informações da Prefeitura de Londrina e empresas de ônibus