Manaus segue com aglomerações de passageiros em terminais e nos ônibus

Manaus segue com aglomerações de passageiros em terminais e nos ônibus

6 de abril de 2021 0 Por Redação Revista do Ônibus

MANAUS – Em meio a pandemia da Covid-19, a cidade de Manaus segue sofrendo com a precariedade no transporte coletivo municipal, que na manhã desta terça-feira (6), voltou registrar cena de passageiros aglomerados em terminais, pontos de ônibus e dentro os diversos coletivos que operam as linhas municipais de Manaus, desrespeitando às medidas de segurança sanitária contra a Covid-19, e com isso, aumentando as chances de contágio da doença no transporte coletivo.

Os moradores que precisam utilizar os ônibus nesta manhã tiveram que ter paciência e coragem para enfrentar os diversos momentos de aglomerações. Os passageiros afirma quem mesmo os ônibus articulados que por serem maiores e ter a capacidade de transportar mais pessoas, seguem lotados no horário de rush, e que nem sempre é possível entrar no coletivo devido a sua lotação. O mesmo ocorre com os coletivos comuns em várias linhas.

Fiscais de transporte afirmam que orientam a população, mas nem sempre os limites são respeitados.

Quem precisa chegar no horário no trabalho enfrenta os terminais e ônibus lotados nos horários de pico. Nesta manhã, havia aglomeração e empurra-empurra para entrar no coletivo.

Governo flexibiliza as medidas de restrição

O Governo do Amazona, publicou no início da manhã desta segunda-feira (5), um decreto que passa alterar o horário de funcionamento do comércio, durante os próximos 15 dias.

Entre os destaques está a ampliação do horário de funcionamento de restaurantes e a liberação para a retomada de aulas do ensino médio e cursos livres.

O Amazonas encontra-se na fase laranja da quarentena, que corresponde classificação de risco moderado para transmissão de Covid-19, segundo o governo do Estado.

Desde o início da pandemia de Covid-19, em 2020, o Amazonas registra mais de 352 mil infectados e o número de mortes supera os 12 mil.

Com informações do Governo do Amazonas, Rede Amazonas e Redes Sociais