Últimas:
Vídeo: Rio começa o super feriadão com ônibus lotados e muita aglomeração de passageiros

RIO – A manhã desta sexta-feira (26), o primeiro dia no reforço as medidas de restrição por conta do super feriadão, os moradores da cidade do Rio de Janeiro que precisam embarcar nos ônibus, tiveram que ter mais um dia de muita paciência. A promessa da prefeitura do Rio de que não haveria redução na frota de ônibus durante esse período, parece que não ocorreu.

Os moradores da Zona Oeste e Zona Norte, foram os que mais sofreram nesta manhã com a demora nos ônibus, coletivos lotados, aglomerações de passageiros nos ônibus e nos terminais e ônibus com ar-condicionado sem funcionar corretamente.

Nas redes sociais e em grupos de mensagens por aplicativos, os passageiros relataram os problemas com fotos e vídeos, como podemos ver abaixo.

Em Campo Grande, os ônibus já estavam lotados por volta das 5h desta sexta-feira (26). Passageiros afirmam que o ônibus da linha 394 (Vila Kennedy – Central do Brasil) teve mais de uma hora de atraso no começo da manhã.

Quem depende da linha 713B (Cabuçu – Coelho Neto) afirma que o ônibus demorou pelo menos meia hora para passar e estava lotado.

Nem o decreto da Prefeitura do Rio e nem o do Governo do RJ, divulgado na quarta (24) estavam prevendo medidas específicas para o sistema de transportes da capital ou da Região Metropolitana. A orientação é que as concessionárias de transportes funcionem normalmente com as regras já utilizadas para fins de semana e feriados.

A Secretaria Municipal de Transportes informou que não houve diminuição na frota de ônibus articulados do BRT. Sobre as linhas convencionais, disse que enviou ofício para os consórcios que administram as linhas determinando a operação normal.

O Consórcio Rio Ônibus afirmou que a frota em operação foi ajustada à demanda que sofreu queda significativa por conta das medidas de restrição de circulação, bem diferente do pedido feito pela prefeitura.

Com informações da Prefeitura do Rio, Rio ônibus, TV Globo, Band News FM e Redes Sociais

Confira mais notícias sobre o BRT Rio

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: