Fortaleza: Protesto por vacina para profissionais do transporte paralisa ônibus nos terminais do Papicu e de Messejana

Fortaleza: Protesto por vacina para profissionais do transporte paralisa ônibus nos terminais do Papicu e de Messejana

24 de março de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

FORTALEZA – Funcionárias de empresas de ônibus que operam linhas nos terminais rodoviários do Papipu e do Messejana, realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (24), para reivindicar aos trabalhadores do transporte de passageiros, a vacina contra a Covid-19, e por um plano de saúde que atenda as necessidades da categoria. A informação é do Sindicato dos Rodoviários Urbanos e Metropolitanos – Sintro, que organizou o movimento.

De acordo com o sindicato que representa a categoria, o protesto foi realizado nos dois terminais simultaneamente. Por conta do protesto dos rodoviários, as saídas dos terminal forma bloqueadas e os ônibus não circularam. Um um carro de som, sindicalista pediam a vacinação dos rodoviários.

O presidente do Sintro, Domingos Neto, informou que cinco profissionais do transporte público morreram por Covid-19 nos últimos dias.

“Estão morrendo muito trabalhadores desse setor no país. Para você ter uma ideia, em Fortaleza, nos últimos dias, cinco trabalhadores perderam a sua vida e a gente tem quase certeza que eles pegaram esse vírus dentro desses coletivos. Estamos correndo sério risco de ser contaminado, porque os ônibus continuam super lotados”, afirma.

De acordo com o Governo do Estado do Ceará, os rodoviários estão entre os grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19. A previsão que os funcionários das empresas de ônibus, possam receber o imunizante na quarta fase da campanha. Hoje, o estado do Ceará, segue na segunda fase do Plano de Vacinação Estadual. O governo não informou uma data específica para o início da vacinação entre os rodoviários.

Por conta da manifestação, diversos passageiros precisaram aguardar o fim da manifestação para utilizar os coletivos, já que não poderia deixar os terminais, gerando muita reclamações dos usuários no Terminal do Papicu.

Outros usuários do transporte público optaram por não aguardar o retorno dos ônibus e buscaram outras formas para chegarem aos locais de destino. O que gerou uma grande movimentação no lado de fora do Terminal do Papicu.

Com informações do Sindicato dos Rodoviários Urbanos e Metropolitanos – Sintro, Governo do Estado do Rio de Janeiro e TV Verdes Mares