Últimas:
Vídeo: BRT Rio inicia primeiro dia de intervenção ainda apresentando aglomerações e demais problemas

RIO – O Início do processo de intervenção do BRT Rio, feito pela Prefeitura do Rio, nesta manhã de terça-feira (23), que contou com a disponibilização de 20 ônibus comuns, para realizar viagens em uma linha emergencial expressa, sem parada em nenhuma estação entre o Terminal Santa Cruz e o Terminal Alvorada, passou ter problemas em outras estações, como em Madureira, na zona norte do Rio, com filas enormes e passageiros aglomerados.

Com parte da frota sucateada e sem muitos ônibus circulando, a Prefeitura do Rio informou que Claudia Antunes Secin, servidora aposentada e ex-presidente da CET-Rio, ficará à frente durante o período de intervenção no BRT Rio. O decreto nº 48.645 prevê ainda a criação de um Comitê Técnico de Acompanhamento da Intervenção, formado por Secretaria Municipal de Transporte, Procuradoria Geral do Município, Controladoria Geral do Município e Secretaria de Governo e Integridade Pública.

Ainda segundo a administração municipal, entre as medidas emergenciais que já foram adotadas está a de recuperar o mais rápido possível veículos que atualmente estão fora de circulação. Uma empresa especializada vai diagnosticar a totalidade da frota do BRT e identificar os ônibus que exijam uma quantidade menor de reparos para voltarem a circular em menor tempo possível. Atualmente, há 130 veículos em circulação de uma frota estimada, por contrato, de 413 articulados.

Foto: Reprodução de Redes Sociais

Passageiros reclamam da demora no intervalo dos ônibus e superlotação em terminais e nos coletivos

Acredita-se que o processo de intervenção possa resolver os inúmeros problemas de super lotação nos ônibus e também nas principais estações nos corredores Transoeste, Transcarioca e Transolímpica.

Nas principais redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativos, os passageiros do BRT RIo, que são clientes de um serviço que possui uma má prestação, relatam os problemas enfrentados entre esta última segunda-feira (22) e manhã desta terça-feira (23), como podemos ver maia abaixo.

A Prefeitura do Rio ainda não se manifestou sobre os relatos dos passageiros do BRT, mostrados nesta reportagem.

Com informações de Redes Sociais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: