Justiça determina que 100% da frota de ônibus circule no Grande Recife

Justiça determina que 100% da frota de ônibus circule no Grande Recife

20 de março de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

RECIFE – Para tentar conter as aglomerações diários no transporte coletivo do Recife e Região Metropolitana, o Tribunal de Justiça de Pernambuco – TJPE concedeu, nesta última sexta-feira (19), uma liminar que obriga os gestores do transporte público a adotarem medidas para evitar aglomerações nos ônibus do Grande Recife. Entre as ações está a circulação de 100% da frota.

Desde o março de 2020, a frota de ônibus que circulam no Recife e em cidades da Região Metropolitana reduziu em até 47%, aumentando com isso os intervalo das viagens, terminais lotados, e aglomerações dentro dos coletivo que circulam lotados desde ano passado, aumentando com isso, as chances de contaminação da Covid-19.

A Defensoria Pública de Pernambuco, entrou com uma ação civil pública, após constatar superlotação registrada nos coletivos, em meio à pandemia de Covid-19. De acordo com a decisão, os ônibus somente poderão carregar pessoas sentadas.

“Atualmente, antes desse novo decreto que mandou suspender as atividades não essenciais, nós tínhamos cerca de 80% da frota em circulação. Então, o pedido é para que sejam restabelecidos 100% da frota. Se esse número não se mostrar suficiente para que só circulem pessoas sentadas nos coletivos, que seja aumentada a frota de coletivos para evitar essa aglomeração”, afirmou o defensor público Rafael Alcoforado.

Ainda no pedido, a Defensoria solicita que as empresas do Grande Recife Consórcio, que possam disponibilizar um número suficiente de ônibus para atender as demanda em cada linha operada, inclusive nos horários de maior movimento, no início da manhã e fim da tarde, além de liminar o número de passageiros nas filas de espera em todos os terminais que são administrados pelo Consórcio Grande Recife.

Primeiro dia de quarentena rígida tem movimentação tranquila nos terminais da Região Metropolitana do Recife

O Grande Recife Consórcio de Transportes, informou que no primeiro dia de quarentena rígida, o Governo de Pernambuco reforçou ações de higienização dos ônibus e terminais integrados da Região Metropolitana do Recife. Além disso, outras iniciativas seguem acontecendo nesses locais, mesmo neste período em que haverá uma menor circulação de pessoas, já que apenas serviços essenciais estão autorizados a funcionar, de acordo com a determinação do decreto estadual.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, que acompanhou a movimentação no Terminal Integrado (TI) Joana Bezerra na manhã desta quinta-feira (18), informou que não houve redução na frota. “A operação foi reforçada em mais de 200 ônibus, no início deste ano, elevando para 80% a frota em circulação. Além disso, 138 linhas de maior demanda já circulam com 100% dos veículos. Esse esforço será mantido durante a quarentena, para oferecer o melhor serviço possível ao trabalhador que vai continuar precisando circular durante esse período”, explicou.

Segundo Marcelo Bruto, a Polícia Militar está presente nos 10 principais terminais para reforçar a organização. Além disso, há profissionais fazendo uma higienização especial nos ônibus e terminais, cuidando da ordenação de filas e controle dos embarques e distribuindo máscaras e álcool em gel às pessoas que estão circulando nos terminais. A higienização começou esta semana em 10 TIs, e será ampliada aos demais nos próximos dias, sempre nos horários de pico.

Trabalhadores de atividades que não devem parar nesta quarentena, e que passavam pelo local, aprovaram as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado. Como a passageira Kátia dos Santos, que trabalha na indústria alimentícia. “Pelo primeiro dia de quarentena, que hoje está mais rígida, melhorou bastante o movimento. Eu sempre venho aqui nas segundas e quartas-feiras, porque faço um tratamento fora, e estou achando bem tranquilo”, disse. “Usar máscara, manter o distanciamento, usar álcool em gel, é isso que as pessoas têm que fazer. Coisas simples que salvam vidas”, finalizou.

Sueli Maria trabalha em uma farmácia e, ao chegar ao terminal, já foi logo lavando as mãos em uma das pias instaladas no local. “É importante ter onde lavar as mãos, ter um papelzinho para enxugar. Aqui está ótimo. É importante lavar as mãos e usar máscara, com certeza”, recomendou.

O Consórcio não comentou a decisão do Tribunal de Justiça desta sexta-feira (19).

Com informações do Tribunal de Justiça de Pernambuco e Grande Recife Consórcio de Transporte