Belém: Prefeitura e Sindicato discutem ajustes de frota no transporte coletivo

Belém: Prefeitura e Sindicato discutem ajustes de frota no transporte coletivo

20 de março de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

BELÉM – A Prefeitura de Belém, informou que o reforço na operação do sistema de transporte coletivo por ônibus, com os devidos ajustes na frota de veículos e horários, de modo a evitar as falhas recorrentes, no período do pico, nesse período de lockdown: esses foram os principais assuntos tratados nesta quinta-feira,18, em reunião entre diretores da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém – Semob e do Sindicato das empresas de transportes de Belém – Setransbel.

A administração municipal informou ainda que na oportunidade também foi discutida a situação das áreas de Outeiro e Icoaraci, que logo no primeiro dia de lockdown apresentaram problemas no serviço de transporte, ocasionando lotação acima do permitido. Tais deficiências já estão sendo resolvidas, tanto nas linhas de Outeiro e Icoaraci, quanto nas demais linhas, considerando que não houve decréscimo de usuários nesses primeiros dias de bandeiramento preto. Ao contrário do lockdown de maio do ano passado, a Semob manteve em funcionamento o BRT, justamente para garantir maior adequação entre a demanda de passageiros e a oferta de ônibus. Por outro lado, os empresários apresentaram dados operacionais que, ao contrário, demonstrariam uma queda de demanda de usuários. Diante disso a diretora-superintendente, Ana Valéria Borges, solicitou que os representantes das empresas de ônibus forneçam os dados de demanda e oferta atualizados, a fim de subsidiar a Semob em possíveis e necessários ajustes nas ordens de serviço.

As falhas observadas na prestação do serviço estão sendo objeto de autuação e de correção por parte das empresas flagradas. De segunda-feira (15) até quinta-feira (19), no período de lockdown, já foram realizadas 62 (sessenta e duas) autuações no corredor Augusto Montenegro, sendo que as principais infrações observadas referem-se à lotação em pé acima do estabelecido (14 passageiros), alteração de frota e supressão de horários de viagens.

As ações de fiscalização realizadas pelos agentes de trânsito e transporte continuam sendo intensificadas nos terminais e estações do BRT e nos pontos finais das linhas de ônibus, além da realização de barreiras em conjunto com a Polícia Militar do Pará (PM/PA) e Guarda Municipal de Belém (GMB) nos seguintes locais: Av. Padre Bruno Sechi (antiga Rua Yamada), próximo ao Condomínio Jardim Espanha, na Rod. do Tapanã com a Av. Augusto Montenegro, na Av. Júlio César com a Av. Pedro Álvares Cabral e na Av. Tavares Bastos (trecho Almirante Barroso – Pedro Álvares Cabral).

Cabe ressaltar que, no caso das linhas metropolitanas (com origem em Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara), a sua fiscalização deve ser realizada pelos órgãos gestores de transporte de cada um desses municípios, conforme ressaltou a diretora-superintendente.

Com informações da Prefeitura de Belém