Teresina: Rodoviários devem decidir sobre o fim da greve de ônibus nesta segunda-feira

Teresina: Rodoviários devem decidir sobre o fim da greve de ônibus nesta segunda-feira

12 de março de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

TERESINA – A greve de ônibus de Teresina que já passa um mês, poderá ser resolvida na próxima segunda-feira (15). Na manhã desta sexta-feira (12), uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho – TRT, houve a proposta para o retorno da operação municipal dos ônibus na próxima segunda-feira, desde que os empresários de ônibus realizem o pagamento do salário do mês de janeiro até o próximo dia 18 de março, proposta que foi aceita pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina – Setut.

Os funcionários das empresas de ônibus, pediram ainda durante a audiência, a realização do acordo coletivo, referente ao ano de 2021, bem como o pagamento dos salários em dia e de forma integral, no valor de R$ 2.028,00, pois estava sendo pago R$ 1.941,00 e cobram ainda a reposição de benefícios que os trabalhadores alegam terem sido retirados durante a pandemia de covid-19.

Os rodoviários pediram ainda, a suspensão do movimento de greve por 120 dias.

As empresas de ônibus, informaram através do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí – Sintetro, que irão divulgar a sua respostas para a proposta dos rodoviários na próxima segunda-feira (15).

Confira a nota do SETUT na íntegra

O Setut informa que aceitou a proposta apresentada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) realizada em audiência nesta sexta-feira, dia 12. Dentre as propostas estão o retorno imediato do sistema de transporte para segunda-feira (15), suspensão do movimento por 120 dias, pagamento de salário de janeiro até quinta-feira, dia 18, após o repasse da Prefeitura referente ao acordo firmado com as empresas. Além disso, o mês de fevereiro ficará para discussão no dissídio da greve.

Diante da proposição do TRT, o Sintetro ficou de analisar o que foi decidido e dará sua resposta na segunda-feira após audiência com os trabalhadores.

A Prefeitura de Teresina ainda não se posicionou referente a paralisação do transporte na cidade, até a publicação desta reportagem.

Com informações do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí, Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina – Setut e Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí – Sintetro.