Últimas:
Rio: DETRO multa ônibus da 1001 no aeroporto Santos Dumont por fazer linha irregular

RIO – Um ônibus rodoviário da Auto Viação 1001, modelo Paradiso G7 1200, acabou sendo autuado na manhã desta segunda-feira (1º), por estar fazendo linha irregular e ou clandestina, no aeroporto Santos Dumont, ou seja, por operar o serviço do transporte de passageiros fora do trajeto estabelecido pelo Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – DETRO/RJ.

O ônibus rodoviário seguia com o o letreiro marcado o destino da cidade de Búzios, quando foi abordados por agentes do DETRO nesta manhã de segunda-feira, ao lado do Aeroporto Santos Dumont.

O Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – DETRO/RJ, informou através de nota que a Auto Viação 1001 foi autuada por operar serviço de transporte coletivo de passageiros ou de fretamento diverso da autorização concedida pelo DETRO. O valor da multa é de R$ 3.608,37.

Foto: Reprodução de Redes Sociais

A população pode denunciar irregularidades no transporte intermunicipal na Ouvidoria do Detro, pelos seguintes canais: telefone (21) 3883-4141, e-mail – ouvidoria@detro.rj.gov.br ou WhatsApp Fale Detro (21) 98596-8545. Além das ações de inteligência, as informações ajudam a nortear as ações de fiscalização.

A Auto Viação 1001, informou através de nota que está em fase de pedido de implementação de um ponto de parada no aeroporto Santos Dumont. Os testes dessa linha estão suspensos até posicionamento definitivo dos órgãos responsáveis

Foto: Divulgação

Detro registra 182 multas no mês de fevereiro

O Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) encerrou o mês de fevereiro com 182 multas aplicadas. Desse total, 66 foram registradas em ônibus, 33 em vans intermunicipais e 78 em veículos particulares flagrados realizando transporte remunerado sem autorização do poder concedente, além de cinco multas administrativas. As operações ocorreram em todo estado, visando a melhoria da qualidade e da segurança do serviço para o cidadão, além da coibição do transporte irregular.

As principais irregularidades flagradas em ônibus foram a falta do documento de porte obrigatório, o não cumprimento do quadro de horário, o mau estado de conservação do veículo e o descumprimento de normas de acessibilidade e de higienização. Entre os motivos mais recorrentes nas vans estão o excesso de passageiros, a alteração de itinerário e o embarque de passageiros ao longo do trajeto.

Com informações do Departamento de Transportes Rodoviários – DETRO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: