Palmas: Estação de ônibus seguem com tumulto na hora de embarcar nesta segunda-feira

Palmas: Estação de ônibus seguem com tumulto na hora de embarcar nesta segunda-feira

1 de março de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

PALMAS – No primeiro dia do decreto municipal, que determina que ao menos nos próximos 15 dias, 100% da frota municipal deve ser disponibilizada em Palmas, inclusive na região rural, e que ainda determina apenas a circulação de 50% dos passageiros nos coletivos, a cena na manhã de hoje era de caos e muito tumulto em algumas estações no município de Palmas.

Foto: Reprodução de Redes Sociais

Na região sul da cidade, os passageiros se aglomeravam na estação do Jardim Aureni III, quando esperavam o coletivo para embarcar e com isso fugir da chuva, que cai na região nesta manhã. Mesmo com a correria na hora do embarque, foi respeitada o limite de embarque de passageiros e muitos deles, precisaram aguardar outro ônibus.

De acordo com a administração municipal, o objetivo de disponibilizar 100% da frota, é evitar aglomerações de passageiros nos coletivos e com isso, reduzir a proliferação o novo coronavírus na cidade.

Foto: Reprodução de TV

Em alguns horários, era possível encontrar alguns coletivos lotados de passageiros na região do Aureny, chamando atenção devido aos passageiros estarem viajando em pé e com pouco espaço de distanciamento social.

Desde o início da pandemia da Covid-19, o município de Palmas, segue sendo a cidade com o maior número de pessoas infectadas. Ao todo até o momento foram registrados 28.424 casos e 265 mortes, conforme boletim da Secretaria Estadual da Saúde divulgado neste domingo (28).

A prefeitura disse que até a última sexta-feira (26), a frota era de 162 ônibus circulando pela cidade. O Decreto N° 1.998/2021 prevê a circulação dos 180 veículos a partir desta segunda-feira. Disse ainda que, inicialmente, o controle será feito pelos agentes de trânsito e transporte em parceria com a Guarda Metropolitana de Palmas (GMP).

Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que irá realizar uma fiscalização mais intensa para garantir que o decerto municipal seja respeitado pelas empresas de ônibus.

Com informações da Prefeitura de Palmas