Senado Federal vota na próxima semana a indicação para direção da ANTT

Senado Federal vota na próxima semana a indicação para direção da ANTT

19 de fevereiro de 2021 0 Por Redação Revista do Ônibus

BRASÍLIA – O Plenário do Senado deve analisar na próxima semana a indicação de autoridades para ocupar cargos de embaixador; de membros do Conselho Nacional do Ministério Público – CNMP e do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, e de diretores de agências reguladoras como Agência Nacional do Petróleo – ANP; Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT e Agência Nacional de Transportes Aquaviários – Antaq.

Para o cargo de diretor geral da ANTT, foi aprovado o nome de Davi Ferreira Gomes Barreto, um dos atuais diretores da agência, que foi aprovado em comissões do Senado Federal. Atualmente, o cargo de diretor geral da agência é ocupado por Marcelo Vinaud Prado.

A Agência Senado, informou que além do nome de Davi Ferreira Gomes Barreto, há outros dois nomes indicado para assumir a diretoria colegiada da ANTT, que são Alexandre Porto Mendes de Souza, que atualmente é diretor-substituto, e Arnaldo Silva Junior, ex-deputado estadual em Minas Gerais.

A indicação do ex-deputado mineiro para a direção da ANTT, causou desconforto em parte da base do Governo Federal em Brasília, mesmo Arnaldo Silva Júnior, ser um forte aliado do presidente Jair Bolsonaro.

Ele acabou sendo indicado ao cargo na ANTT, depois de uma articulação do senador Rodrigo Pacheco – DEM/MG, que foi eleito o novo presidente do Senador Federal, não sido recebida a indicação com bons olhos por membros do governo federal.

O que mais chamou atenção na indicação do ex-deputado é que ele já teria trabalhado no gabinete do senador Rodrigo Pacheco, e por ser herdeiro de empresas de ônibus.

O pai de Rodrigo Pacheco, é sócio de empresas de ônibus como a Viação real e a empresa Santa Rita.

Com informações da Agência Senado