Últimas:
Rodoviários de Aracaju realizam manifestação na região central

ARACAJU – Os rodoviários de Aracaju, realizaram na manhã desta sexta-feira (19), uma manifestação na Avenida Varão de Maruim, na Região Central da cidade, chamando atenção de quem passava pela região. Diversos ônibus urbanos que operam o serviço municipal, foram estacionados na via e alguns pneus desses coletivos foram cortados.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Público de Aracaju – Sinttra, Miguel Belarmino, o indicativo de greve foi definido durante Assembleia Geral da categoria, realizada às 9h30 da manhã de hoje, contudo, não foi autorizada pelo sindicato a realização do manifesto na Barão de Maruim. 

Agentes da Polícia Militar e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – SMTT estão no local, afim de evitar maiores transtornos. O tráfego de veículos na região seguiu com grande congestionamento.

Os rodoviários reivindicam o retornos dos cobradores nos ônibus, que acabaram sendo retirados há alguns meses, assim como o pagamento dos benefícios que foram retirados há quase uma no, quando se iniciou a pandemia da Covid-19 em março de 2020. Os rodoviários pedem ainda a regularização de pagamento dos salários atrasados por parte de uma das empresas que compõe o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros da capital – Setransp.

Uma reunião ocorre paralelamente com a classe no Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju – Sinttra. O Setransp ainda não se pronunciou sobre o caso.

Setransp se manifesta

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju – Setransp informou, que todos os esforços estão sendo movidos para que o serviço de transporte público coletivo de Aracaju e da região metropolitana não seja ainda mais afetado nesta sexta-feira (19) após a ação de manifestantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Aracaju – Sinttra impedindo a circulação de alguns ônibus. 

Ainda de acordo com o Setransp, foram os próprios manifestantes que furaram os pneus dos ônibus que estavam circulando entre as avenidas Barão de Maruim, Rio Branco, Adélia Franco e Terminal do Mercado. Contudo, apesar do serviço ter sido desfalcado com os veículos paralisados, as empresas de ônibus estão providenciando suporte com o uso da frota reserva e, neste momento, as linhas do transporte público coletivo seguem circulando com bastante dificuldade. 

A entidade informou ainda que lamenta o prejuízo na interrupção do deslocamento dos passageiros e os danos causados à frota de ônibus. As empresas de ônibus  permanecem com o diálogo aberto com o Sinttra no intuito de buscar as melhores alternativas para as demandas dos rodoviários, do mesmo modo que tem priorizado mover todos os esforços para garantir a manutenção dos postos de trabalho.

A direção do Setransp, informa que não existem pendências com a categoria. A data base da Convenção Coletiva é 1º de março, então essa manifestação, sem qualquer prévio aviso, não tem respaldo legal. Desta forma, o sindicato está avaliando a possibilidade de acionar judicialmente os responsáveis por esse transtorno causado à população. O setor de transporte tem lidado com um grande déficit econômico há alguns anos, agravado pela pandemia da Covid-19. Só em 2020, o setor sofreu uma queda no número de passageiros de aproximadamente 45,9% resultando em uma perda de quase R$ 100 milhões. Somado a isso, ainda há o novo aumento nos custos do serviço com a alta do preço do diesel superior a 15%.

Com informações da TV Sergipe, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju – Setransp e Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Aracaju – Sinttra

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: