MG: Conselheiro Lafaiete não recebeu proposta de nenhuma empresa de ônibus para contrato emergencial

MG: Conselheiro Lafaiete não recebeu proposta de nenhuma empresa de ônibus para contrato emergencial

4 de fevereiro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

CONSELHEIRO LAFAIETE – O edital da Prefeitura de Conselheiro Lafaiete, no interior de Minas Gerais, que visava contratar uma nova empresa de ônibus para assumir a operação do transporte municipal de passageiros, por doze meses, não teve sucesso. A cidade vive uma crise no transporte de passageiros, e o contrato emergencial poderia melhorar o transporte de passageiros.

Em meio má prestação de serviço coletivo no transporte de passageiros no município de Conselheiro Lafaiete, o prefeito eleito Mário Marcus Leão Dutra, acabou rompendo o contrato com a Viação Presidente Lafaiete, na tarde desta última segunda-feira (18), decretando estado de emergência no transporte da cidade.

A informação foi confirmada pela Prefeitura através de seu site, onde informa que diante da forma precária como o transporte coletivo vem sendo prestado pela empresa Viação Presidente, demonstrando total falta de respeito e compromisso com a população, do não cumprimento do contrato de concessão e mediante as inúmeras reclamações dos usuários no munícipio, entende pela impossibilidade de continuidade de prestação de serviços por esta empresa.

MG: Funcionários da Viação Presidente Lafaiete recolhem ônibus para a garagem nesta tarde

A crise no transporte municipal de Conselheiro Lafaiete, ganhou um novo capítulo na tarde desta sexta-feira (22), quando funcionários da Viação Presidente Lafaiete, realizaram mais uma manifestação por não estarem com pagamentos de benefícios atrasados.

Os rodoviários alegaram a tarde que como ainda não tiveram um posicionamento da direção da empresa de ônibus, quanto ao cumprimento do acordo referente aos pagamento sem atrasos, decidiram recolher todos os ônibus que estavam circulando para a garagem. O clima nas proximidades do terminal urbano, ficou tenso, já que muitos passageiros reclamaram da má prestação de serviços que a Viação Presidente Lafaiete vem oferendo na cidade.

Uma equipe da Polícia Militar de Mina Gerais, foi deslocada para a região, afim de apurar o bloqueio de ônibus do terminal. Após orientação da equipe de policiais, ao menos dois ônibus ainda saíram para fazer linha, afim de que não deixassem os passageiros sem o transporte no momento. Acredita-se que após os coletivos realizaram as viagens, deverão ser recolhidos para a garagem, localizada na cidade.

Ônibus voltam circular em Conselheiro Lafaiete. Entenda a situação

Ainda em estado de greve, os funcionários da Viação Presidente Lafaiete, que opera as linhas municipais de Conselheiro Lafaiete, voltaram com a operação dos ônibus desde as primeiras horas desta última terça-feira (2). De acordo com o portal Fato Real, apenas quatro coletivos da empresa circulavam pela manhã.

A paralisação dos rodoviários da Viação Presidente Lafaiete, ocorreu devido ao atrasado no pagamento dos benefícios, e devido ao não pagamento do adiantamento que deveria ser feito na última sexta-feira (29/1), a paralisação dos ônibus seguiu até esta última terça-feira.

Ainda segundo a publicação a situação da paralisação se agravou após o funcionário identificado como Pedro Henrique da Silva, ter sido desligado da empresa por sua atuação na paralisação dos funcionários da empresa de ônibus.

Durante as negociações, a direção da empresa teria firmado um novo compromisso de realizar nesta próxima sexta-feira (5), o pagamento que deveria ter sido efetuado no último dia 29 de janeiro. Além disso, na outra sexta-feira (12), outra parcela será paga pela Viação Presidente.

Os funcionários da empresa teriam aceito a proposta, mediante o cancelamento da demissão do funcionário, que foi prontamente atendida. Os ônibus seguem circulando na cidade com os horários de domingo.

A Prefeitura de Conselheiro Lafaiete, informou que rompeu o contrato com a Viação Presidente Ltda e que está providenciando uma nova empresa de ônibus para operar na cidade.

Confira o edital do transporte municipal

Com informações do Portal Fato Real