Últimas:
TC Turismo informa que ônibus que tombou em Guaratuba passou por vistoria em dezembro

BELÉM – A TC turismo, também conhecida como empresa TC Pires da Cruz, donda do ônibus modelo Busscar Panorâmico DD Scania 6×2, que acabou tombando nesta última segunda-feira (25), na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, informou que o ônibus realizou uma revisão mecânica e técnica em dezembro de 2020, como mostra o Laudo de Inspeção Técnica – LIT, exigido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT.

Foto: Reprodução de TV

O motorista do ônibus, de 67 anos, que dirigia o coletivo que tombou, onde matou 19 pessoas e deixou outras 31 feridos, e prestou depoimento à Polícia Civil do Paraná, alegou que o ônibus faltou o freio antes de bater na barreira de proteção da estrada e vindo a capotar.

Ainda na delegacia, o motorista disse em seu depoimento que tentou tentou usar uma área de escape que fica a um quilômetro antes do local do acidente. Entretanto, não conseguiu porque havia um caminhão na faixa ao lado. Por isso, segundo ele, bateu na mureta e caiu no barranco.

Foto: Reprodução de Redes Sociais

A ANTT informou que o laudo de inspeção técnica veicular apresentado pela empresa responsável pelo veículo foi extinto em 2015, com a revogação da Resolução nº 1.166/2015, e que “não é possível atestar a veracidade do documento porque a agência não possui integração de dados para utilização do referido documento”.

A agência disse que após consulta realizada no sistema do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran foi constatado que o ônibus passou por inspeção técnica veicular em dezembro do ano passado.

Com informações da Polícia Civil do Paraná, ANTT, TC Pires da Cruz – TC Turismo e Polícia Rodoviária Federal

Confira mais notícias sobre o acidente com ônibus da TC Turismo em Guaratuba

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: