Rodoviários de Teresina realizam paralisação pelo segundo dia

Rodoviários de Teresina realizam paralisação pelo segundo dia

26 de janeiro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

TERESINA – O movimento de paralisação dos funcionários do transporte público de Teresina, organizado sem a participação do sindicato dos rodoviários, segue pelo segundo dia de protesto e afirma que os funcionários estão recebendo menos de um salário mínimo por mês, e não recebem mais o plano de saúde e o auxílio alimentação.

Foto: Divulgação

Este ano essa é a segunda vez que os rodoviários de Teresina realizam paralisação, prejudicando os moradores que precisam se deslocar entre os bairros do município.

Nesta última segunda-feira (25), a Prefeitura de Teresina informou que repassaria R$ 600 mil para as empresas, para que fosse repassado o pagamento dos ticket-alimentação dos funcionários.

Até às 7h30 desta terça-feira, o pagamento não tinha sido liberado, como informou os representantes do movimento. O grupo disse que após o pagamento, devem se reunir em assembleia para definir os rumos da paralisação em Teresina.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina – Setut informou que há baixa circulação de veículos nas quatro zonas da cidade, com quantidade praticamente zerada de carros em operação por conta da paralisação.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – Strans informou que estão circulando 16 ônibus, dos 300 que estariam em atividade. Foram cadastrados mais de 80 veículos alternativos para o transporte de passageiros. 

Superintendência Municipal de Transportes e TrânsitoStrans emite nota

A STRANS informa que realizou fiscalização na madrugada de hoje e constatou que, dos 300 ônibus para circular durante o período da pandemia, apenas 16 estão em atividade.

Do total de 64 ônibus previstos para a frota do Consórcio Poty, apenas 15 estão circulando. No Consórcio Theresina apenas um ônibus está fazendo linha de um total de 78 previstos. Foi identificada paralisação completa nos Consórcios Urbanus e Transcol.

Para suprir a necessidade do usuário, desde ontem (25), a STRANS está cadastrando transporte para minimizar os danos causados pela paralisação. Até o momento, forma cadastrados mais de 80 veículos para realizarem o transporte do usuário.

Com informações da Prefeitura de Teresina, Tv Clube e Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina – Setut