SP: Justiça determina o retorno da frota de ônibus em Presidente Prudente

SP: Justiça determina o retorno da frota de ônibus em Presidente Prudente

25 de janeiro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

PRESIDENTE PRUDENTE – O Tribunal de Justiça de São Paulo, através de uma decisão judicial liminar, determinou na tarde desta segunda-feira (25), que a frota de ônibus municipal de Presidente Prudente, retorne a operação. No início da manhã de hoje, os funcionários da empresa Prudente Urbano, realizaram uma paralisação, como mostramos aqui.

Os rodoviários da empresa Prudente Urbano, também conhecida como Pruden Express, que opera linhas municipais em Presidente Prudente, realizaram no início da manhã desta segunda-feira (25), uma paralisação. A categoria reivindica o pagamento do vale que deveria ter sido pago no último dia 20, e do vale-alimentação, que deveria ser de R$ 500 e passou ser no valor de R$ 300.

A empresa de ônibus Prudente Urbano, informou através de nota que lamenta os transtornos gerados por conta da paralisação dos rodoviários, quando foi informada da presença de funcionários no portão da empresa desde o começo dessa madrugada impedindo a saída dos ônibus da empresa.

“Esta concessionária não recebeu nenhuma notificação do sindicato da categoria sobre greve e busca, junto ao seu departamento jurídico e Prefeitura, providências para que a paralisação seja interrompida, já que acontece de forma ilegal impedindo o transporte público, serviço essencial ao cidadão de ser prestado à população, sem a mínima operação como prevê a lei”, informou a empresa.

A Prefeitura de Presidente Prudente, informou através do secretário de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública – Semob, Luiz Edson de Souza que nenhum ônibus saiu da garagem no início da manhã de hoje, onde estava para conversar com os funcionários da concessionária.

Com informações da Prefeitura de Presidente Prudente e Empresa Prudente Urbano