SP: Prefeitura de Agudos  deverá arcar com débitos de ônibus comprados pela gestão anterior

SP: Prefeitura de Agudos deverá arcar com débitos de ônibus comprados pela gestão anterior

22 de janeiro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

AGUDOS – A Prefeitura de Agudos terá que arcar com dívida referente aos ônibus sucateados, comprados na gestão anterior. Parte dos veículos que foram adquiridos e usados por pouco mais de um ano, não foram transferidos para o município através do Departamento Estadual de Trânsito – Detran/SP. Agora, para dar fim aos ônibus velhos e sem uso, a prefeitura terá que pagar as dívidas referentes a IPVA e transferência, em um montante de mais de R$ 100 mil, valor superior inclusive ao dos veículos atualmente.

Foto: Prefeitura de Agudos – Divulgação

A frota sucateada está no pátio da prefeitura na antiga Hatsuta. Os veículos estão completamente destruídos, alguns sem motor e a grande maioria deles serve apenas como sucata.

Os ônibus foram comprados em 2017 pela antiga gestão. À época, a prefeitura investiu R$ 504 mil na compra de 20 ônibus da empresa Arena Comércio e Intermediação Eirelli ME (pagando R$ 25,2 mil por veículo).

Foto: Prefeitura de Agudos – Divulgação

Dos 20 veículos, apenas 6 foram transferidos para o município. Outros 11 veículos não foram transferidos e há ainda 3 em que consta a falta do Certificado de Registro de Veículo – CRV. Em um dos veículos o CRV ainda está em posse de um antigo proprietário.

O total de débitos de IPVA, segundo levantamento feito pela Prefeitura de Agudos é de R$ 100.368,32, desse total, R$ 91.705,14 representa o montante de débitos dos veículos com baixa solicitada.

Foto: Prefeitura de Agudos – Divulgação

O prefeito Fernando Octaviani disse que queria leiloar os ônibus e conseguir recursos para investir na frota da prefeitura, em veículos de outros setores, uma vez que o transporte coletivo gratuito está sendo prestado por uma empresa terceirizada.

“A nossa intenção era vender essas latas velhas deixadas aqui, conseguir ao menos recuperar parte do que a prefeitura investiu, mas será difícil. Os ônibus viraram sucata e agora temos esse problema. Estamos tentando reverter a situação, mas se não conseguirmos vamos ter que pagar esse valor, para só depois dar uma destinação a esses veículos”, explicou Fernando.

Com informações da Prefeitura de Agudos