Últimas:
SP: Ônibus coletivo por aplicativo atenderá a rota entre Santo André e Diadema

SÃO PAULO – Um estudo do Instituto de Política de Transporte e Desenvolvimento, revela que uma a cada cinco pessoas que moram na região metropolitana de São Paulo têm acesso a um ponto de ônibus perto de sua casa. Basta andar no máximo quinze minutos a pé. A pesquisa mostra que apesar da proximidade com as paradas, o passageiro ainda sofre para pegar sua condução.  


A partir desta terça-feira (5), os 1,9 milhão de moradores de Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema poderão pegar ônibus de uma forma mais rápida, segura e confortável. A linha é da empresa Metra e será utilizada via aplicativo de transporte coletivo UBus. A rota sairá do Terminal Santo André Leste até o Terminal Diadema, em diversos horários de segunda a sexta-feira.

Os ônibus são todos novos, possuem assento marcado, horário pré-definido, wi-fi e acompanhamento da rota em tempo real. O valor da passagem será de R$ 7,50, podendo pagar via aplicativo (cartão de crédito ou cartão BOM). O usuário poderá baixar o aplicativo UBus gratuitamente, disponível nas versões Android e IOS. Para o cadastro, é preciso colocar dados pessoais e forma de pagamento.  


O app também é simples e autoexplicativo. Basta fazer a solicitação para o endereço desejado e colocar o ponto de partida. O aplicativo verifica a rota, dá as opções de marcação de assento, informa horário do embarque e dá uma previsão do desembarque, valor da passagem e pronto! Ao entrar no ônibus o usuário valida a sua passagem com a leitura do QRcode (que fica disponível na entrada do veículo) através do aplicativo. Simultaneamente as informações aparecem para o motorista em um tablet que fica anexado ao painel do veículo. Assim, ele pode acompanhar todos os dados relacionados à viagem.

O app foi o primeiro a ser lançado no Brasil com essa ideia e já funciona em São Bernardo do Campo na operação da BR7 Mobilidade. Os veículos não são da UBus, a startup apenas faz a ponte entre empresas de transporte e passageiros. Para utilizar o sistema do UBus a operadora deve ter a concessão pública na área de transporte coletivo, bem como toda a documentação necessária para exercer a atividade. Os motoristas também passarão por treinamentos e reciclagem para manter o padrão de excelência no atendimento. Ao final da corrida, o usuário irá avaliar o motorista e as condições do veículo, uma forma de assegurar uma experiência excepcional.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: