Rodoviários de Manaus paralisam 30% da frota de ônibus no segundo dia de greve

Rodoviários de Manaus paralisam 30% da frota de ônibus no segundo dia de greve

22 de dezembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

MANAUS – No segundo dia consecutivo, os rodoviários de três empresas de ônibus de Manuas mantém a paralisação de 30% da frota dos ônibus municipais. A categoria segue reivindicando os salários que estão em atraso.

Desde o início desta última segunda-feira (21), a categoria resolveu realizara a paralisação, como forma de chamar a atenção dos empresários do transporte, como informamos aqui.

Alguns funcionários das empresas de ônibus, foi informa a categoria que o adiantamento seria pago ainda na tarde desta última segunda e o pagamento do 13º nesta terça-feira, porém, como não houve nenhum pagamento, a categoria decidiu novamente pela paralisação dos ônibus.

O presidente em exercício do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Manaus, Josenildo Mossoró, informou que 30% da frota de três empresas paralisaram os trabalhos de 5h até 7h. Segundo ele, a reivindicação dos trabalhadores é o pagamento da segunda parcela do decimo terceiro e o adiantamento quinzenal.

“Três empresas que ainda não se posicionaram em relação aos pagamentos do 13º dos trabalhadores e férias atrasadas. Não é greve. A categoria não quer fazer greve, quer apenas receber os vencimentos. A categoria trabalha o ano inteiro, mensal. Todos os companheiros merecem serem respeitados e ter os vencimentos em dia”, disse.

Ainda segundo o sindicato que representa a categoria, as empresas de ônibus teriam sinalizado que estarão efetuando os pagamentos em atrasos ainda nesta terça-feira (22), e que caso a promessa não seja comprida, os ônibus seguirão paralisados.

Com informações da Prefeitura de Manaus, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas – Sinetram, Rede Amazonica e Sindicato dos Rodoviários de Manaus