Grande Recife amanhece com greve de ônibus nesta terça-feira

Grande Recife amanhece com greve de ônibus nesta terça-feira

22 de dezembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RECIFE – A Região Metropolitana do Recife amanheceu nesta terça-feira (22), sem ônibus, por conta de uma greve de ônibus, deflagrada pelo Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região, causando transtornos e aglomerações nos principais terminais integrados. A categoria pede o fim da dupla função, aprovado por uma lei que acabou sendo suspensa pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, como mostramos aqui.

A paralisação dos rodoviários iniciou desde a meia-noite, como informo a categoria, quando os funcionários do transporte foram orientados pela sindicato que os representa, para que não fossem para as garagens e terminais de integrações.

Além do fim da dupla função, os rodoviários ainda pedem que seja feito o pagamento do reajuste retroativo de salários e o repasse do vale alimentação, assim como a garantia dos empregos em pelo menos seis meses.

Agentes da Polícia Militar de Pernambuco, esteve na frente as garagens de ônibus como forma de se evitar manifestações e possíveis danos aos coletivos.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco determinou que ao menos 70% da frota de ônibus seja disponibilizada, nos horários de maior movimento de passageiros, porém, desde o início desta manhã de terça-feira (22), o que se via era poucos coletivos circulando.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco – Urbana/PE, por volta das 7h30, apena 16,3% da frota de ônibus circulava na Região Metropolitana do Recife.

No Terminal Integrado da Macaxeira, na Zona Norte do Recife, um passageiro que se identificou como Fernando contou que procurou utilizar um serviço de carro particular, mas o preço estava muito elevado, disse a reportagem da TV Globo.

“Não tem como, está mais de R$ 38 para chegar ao trabalho. O jeito é ficar aqui esperando mesmo”, contou.

No mesmo local, serviços de táxi e mototáxi também estavam com preços elevados devido à alta demanda dos passageiros.

Empresas de ônibus se manifestam

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco – Urbana/PE, informou por meio de uma carta aberta a população que a entidade afirma que a greve de ônibus é ilegal.

A entidade informou que todas as cláusulas salariais foram cumpridas e que a norma que previa o acúmulo de função foi suspensa pela Justiça.

Com informações da Banda News FM, Tv Globo, Prefeitura do Recife, Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco – Urbana/PE e Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região

Confira as notícias sobre a crise no transporte do Recife e Região Metropolitana