Últimas:
Vídeo: PRF apreende 45 Kg de entorpecentes dentro de ônibus de turismo na BR-242 em Barreiras/BA

BARREIRAS – A Polícia Rodoviária Federal informou que apreendeu na madrugada deste sábado (12), na atura do km 800 da BR-242 quase quarenta e cinco quilos de erva entorpecentes em Barreiras, na Região Oeste da Bahia. O flagrante ocorreu durante fiscalização de combate a criminalidade na região.

Inicialmente, foi dada ordem de parada ao ônibus que seguia de São Bernardo do Campo (SP) com destino a Natal (RN).

Ao subir no ônibus e conversar com os ocupantes, a equipe decidiu aprofundar à fiscalização no compartimento de bagagens.

Durante os procedimentos de fiscalização, os policiais encontraram duas caixas térmicas (isopor) “lotadas” com tabletes de entorpecentes pronta para consumo. Ao verificarem uma caixa de papelão descobriram também mais uma quantidade do mesmo material. Após pesagem, o volume apreendido correspondeu a aproximadamente 43,95 Kg (quarenta e três quilos e novecentos e cinquenta gramas).

Após conferência nos documentos apresentados pelo motorista, os policiais descobriram que as caixas térmicas foram despachadas em Uberlândia (MG) e seriam levadas para a cidade de Currais Novos (RN). Já a caixa de papelão foi embarcada em Rio Verde (GO) e tinha como destino a cidade baiana de Capim Grosso. Todo o material possuía identificação dos responsáveis pelo despacho do material ilícito e serão investigados.

Diante dos fatos, o produto apreendido foi apresentado a autoridade de plantão da Delegacia de Polícia Civil em Barreiras (BA). O crime de tráfico de entorpecentes previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006, tem pena que varia de 5 a 15 anos de prisão.

Estrangular a logística criminal e enfraquecer as fontes de receita do crime organizado, em especial relacionadas ao tráfico de entorpecentes, é uma das ações pontuais de fiscalização de pronta resposta federal da PRF na Bahia.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: