Últimas:
João Monlevade: Seis pessoas pularam do ônibus antes de o coletivo cair do viaduto

JOÃO MONLEVADE – A Polícia Civil e Rodoviária Federal, seguem na apuração de quantas pessoas estavam a bordo do ônibus da empresa Localima Turismo,  que seguia pela BR-381 no sentido Belo Horizonte, quando acabou caindo de um viaduto na tarde desta sexta-feira (4), na altura do km 350 da BR-381, na conhecida “Ponte Torta”, deixando ao menos 14 mortos e 26 feridos, na altura do município de João Monlevade, nas proximidades da entrada para a cidade de Dom Silvério, no interior de Minas Gerais.

Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal, ao menos seis pessoas teriam pulado do coletivo, assim que o motorista notou problema no freio do ônibus, antes do mesmo cair de uma altura de 23 metros. Durante a tarde, fala-se na altura de 15 metros do viaduto de onde ocorreu o acidente na BR-381, em João Monlevade, no interior de Minas Gerais.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, informou no início da noite desta sexta-feira (4), que subiu para 16, o número de mortos no acidente com o ônibus da empresa Localima Turismo. Segundo a corporação, foram um total, 12 que faleceram no momento da queda e 4 foram encaminhadas ao hospital, mas não resistiram aos ferimentos.

Prefeitura de Mata Grande decreta luto de 3 dias devido ao acidente com ônibus em João Monlevade

O governo municipal de Mata Grande, no interior de Alagoas publicou decreto de lito por três dias, por conta do acidente envolvendo o ônibus em João Monlevade.

A prefeitura de Mata Grande, informou que o coletivo saiu do povoado de Santa Cruz do Deserto, distrito de Mata Grande, com destino ao Estado de São Paulo. 

“Todos nós que fazemos o Governo Municipal de Mata Grande, consternados neste momento difícil com as notícias que nos chegam desse fatídico acidente, nos solidarizamos com nosso povo, estando vigilantes e assim garantindo aos familiares todo nosso apoio, amizade e respeito, que encontrem consolação em seus corações e que Deus onipotente possa trazer paz e a serenidade para enfrentarmos juntos toda angústia da dor dessa tragédia”, escreveu a prefeitura pela rede social Facebook. 

ANTT informa que ônibus não tinha autorização para transportar passageiros

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, informou que empresa do ônibus segue cadastrada na entidade, e possui liminar para realização de viagens, porém, o ônibus envolvendo no acidente com placa DTD-7253, não tinha autorização para transportar passageiros.

A empresa responsável pelo ônibus, ainda não manifestou sobre o acidente, até a publicação desta reportagem.

Nas redes sociais, pesquisadores em transportes, informam que o ônibus fazia a linha Mata Grande em Alagoas, com destino a São Paulo.

Tentamos contato com a empresa Localima Turismo, e da JS Turismo, sem sucesso.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e CNN Brasil

.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: