SP: Star Viagem e Turismo que teve ônibus envolvido no acidente em Taguaí é clandestina, diz Artesp

SP: Star Viagem e Turismo que teve ônibus envolvido no acidente em Taguaí é clandestina, diz Artesp

25 de novembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO E TAGUAÍ – O ônibus rodoviário da empresa Star Viagem e Turismo, envolvido no acidente com caminhão na manhã desta quarta-feira (25), e que deixou ao menos até o momento 40 mortos, quando trafegava na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre os município de Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré, no interior de São Paulo, é considerado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp, clandestino. Ainda segundo a agência, a empresa de ônibus não possui autorização para operar o transporte de passageiros.

A empresa de ônibus que foi criada em 2016 e que possui sede no município de Taquarituba, no interior de São Paulo, não possui registros no site da Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp e nem junto a Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, como informou a TV Globo.

O ônibus que se envolveu no acidente com placa DJC 8811, acumulava até hoje, 11 multas, sendo 2 municipais, 1 do Detran e 8 pelo Departamento de Estradas de Rodagem – DER/SP. O coletivo seguia ainda com o IPVA, bem como o licenciamento e DPVAT em situação de atraso. Ao todo o coletivo possuía mais de R$ 5 mil em débitos.

Foto: Reprodução de TV

A Artesp informou ainda que a empresa Star Turismo e Viagens, não possui registro para o transporte de passageiros e circula de forma ilegal desde 11 de outubro de 2019.

De acordo com a CNN Brasil, o motorista do caminhão morreu no local, e o motorista do ônibus, que não teve a identidade revelada, seguiu transferido bastante ferido para unidades hospitalares da região.

A agência detalhou as fiscalizações mais recentes que envolveram a Star Viagem e Turismo:

“Em ações fiscalizatórias recentes, no mês de março de 2020, foram registradas algumas infrações à empresa: no dia 3, a Star foi multada por realizar fretamento irregular na Rodovia Raposo Tavares, próximo ao km 296, em Avaré, ao realizar o transporte de 30 estudantes, que saíram da cidade de Fartura com destino a faculdade de Avaré. A empresa foi autuada, multada, o veículo foi retido e realizada a retirada dos passageiros. No mesmo dia, uma nova multa foi aplicada à empresa, por transportar, irregularmente, 43 estudantes com a mesma origem e destino. Dois dias depois, a empresa recebeu nova autuação por fretamento irregular na Rodovia Raposo Tavares (SP 270), próximo ao km 372, em Ourinhos, quando tiveram dois veículos autuados, retidos e realizado o transbordo dos 15 passageiros.”

A perícia segue investigando os fatos que contribuíram para a colisão entre o caminhão e o ônibus.

A empresa do ônibus Star Turismo informou que está abalada com o acidente, e que segue prestando assistência aos clientes e familiares, e que toda documentação segue em conformidade com os órgãos competentes, contrariando as informações do DETRAN, e de Artesp, como informou a CNN Brasil.

.

Com informações da Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp, Corpo de Bombeiros de São Paulo e TV Globo

Confira mais notícias sobre o acidente com ônibus da Star Turismo