PB: PRF prende passageiro de ônibus transportando entorpecentes para o Recife – Vídeo

PB: PRF prende passageiro de ônibus transportando entorpecentes para o Recife – Vídeo

25 de novembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

MAMANGUAPE – Agentes da Polícia Rodoviária Federal da Paraíba, apreenderam na tarde desta terça-feira (24), um passageiro de um ônibus interestadual, que não teve a identidade revelada, transportando 500g de um pó entorpecentes, durante uma fiscalização na cidade de Mamanguape.

Foto: Polícia Rodoviária Federal – Divulgação

De acordo com a corporação, o material entorpecente, teria saído do Rio Grande do norte e seria entregue na Rodoviária do Recife. O homem que iria receber o material na rodoviária, também foi preso.

O homem de 28 anos, que foi preso, informou aos agentes rodoviários federais, que o material entorpecente, avaliado em mais de R$ 25 mil, seria entregue no Terminal Integrado de Passageiros – TIP, no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife, e em troca receberia outro material entorpecente conhecida como “skank” ou “supermaconha”. O homem, que não possuía antecedentes criminais, foi preso em flagrante, conduzido à Polícia Civil de Mamanguape juntamente com a droga apreendida, e deverá responder por tráfico de drogas.

A partir das informações repassadas aos policiais, uma nova ação foi iniciada, desta vez em Recife. Um homem de 29 anos foi localizado no Terminal Integrado de Passageiros da capital pernambucana enquanto aguardava dentro do carro a chegada do ônibus abordado pela PRF na Paraíba que viria com o entorpecente. A ação foi realizada de forma integrada com a PRF e a Polícia Militar de Pernambuco.

O homem detido levou os policiais até sua residência, localizada em Olinda, região metropolitana de Recife, onde eram cultivadas 20 mudas de skank. O homem, que já possui antecedentes criminais por tráfico de entorpecentes, foi novamente detido e encaminhado, juntamente com o material, para a Central de Plantões da Capital, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal