Juiz de Fora: PM atende ocorrência na garagem da empresa GIL nesta tarde

Juiz de Fora: PM atende ocorrência na garagem da empresa GIL nesta tarde

25 de novembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

JUIZ DE FORA – Um tumulto ocorrido na sede da Viação Goretti Irmãos Ltda – conhecida com Viação GIL, na tarde desta quarta-feira (25), chamou atenção de moradores de Juiz de Fora, após a Polícia Militar atender a ocorrência, por conta de uma confusão registrada no local.

Ao menos parte dos funcionários da empresa de ônibus, como cobradores e motoristas, seguem com atividades paralisadas, desde o final do mês de outubro, por conta do atrasado no pagamento dos salários e benefícios.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Juiz de Fora – Sinttro/JF, passou propor aos funcionários no último dia 13 de novembro, o Programa de Demissão Voluntária.

A direção da empresa GIL, fechou as portas e trancou o portão da empresa, como informou o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Juiz de Fora Sinttro/JF, Claudinei Janeiro. Ainda segundo o sindicalista, oito ônibus circulavam na cidade na tarde desta quarta e os funcionários estão impossibilitados de trabalhar com a medida tomada pela Goretti Irmãos Ltda.

Uma reunião agendada para ocorrer na garagem da empresa de ônibus, a partir das 18h desta quarta-feira, deverá atualizar a situação da empresa e dos funcionários.

A Prefeitura de Juiz de Fora, informou através de nota pela Secretaria de Transportes e Trânsito – Settra, que não recebeu nenhum pedido oficial de decreto de falência da empresa GIL. “A pasta segue acompanhando a paralisação da empresa e as vans continuam autorizadas a atender à população”, explicou.

Com informações do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Juiz de Fora – Sinttro/JF e TV Integração