SP: Justiça determina que ônibus circulem com frota mínima durante a greve em Itanhaém

SP: Justiça determina que ônibus circulem com frota mínima durante a greve em Itanhaém

18 de novembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ITANHAÉM – A Justiça do Trabalho, determinou que ao menos 70% da frota de ônibus voltem a circular no horário de pico durante a paralisação dos rodoviários de Itanhaém, no litoral de São Paulo. Na manhã desta quarta-feira (18), os funcionários da Viação Litoral Sul, retomaram parcialmente a operação do transporte municipal.

A decisão que foi concedida pela desembargadora Tereza Aparecida Asta Gemignani, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, atendendo um pedido da prefeitura após os trabalhadores paralisarem suspenderem as atividades, como mostramos aqui.

O governo municipal, solicitou que a empresa de ônibus siga operando com 80% da frota de ônibus nos horários de pico e 60% nos demais horários, como forma de evitar aglomerações e manter o transporte de passageiros. A administração municipal solicitou a justiça, que em caso de descumprimento da decisão, a empresa de ônibus seja multada em R$ 30 mil diariamente.

Audiência de Conciliação marcada

Está marcada para a próxima terça-feira (24), pela Justiça do Trabalho, uma audiência de conciliação entre o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Santos e Região – Sindrod, a Prefeitura de Itanhaém e as empresas de transporte da cidade.

Com informações da TV Tribuna, Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Santos e Região – Sindrod e Prefeitura de Itanhaém