MS: PRF Intercepta seis ônibus da Andorinha  transportando bolivianos na BR-262

MS: PRF Intercepta seis ônibus da Andorinha transportando bolivianos na BR-262

16 de novembro de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

CAMPO GRANDE – Agentes da Polícia Rodoviária Federal interceptaram seis ônibus rodoviários da Viação Andorinha na tarde desta segunda-feira (16), na BR-262 na saída de Campo Grande para Três Lagoas, com a suspeita de transporte de bolivianos de forma irregular, ou seja, sem autorização do serviço de migração, para entrada em solo brasileiro, como informou o portal Campo Grande News.

De acordo com a publicação, os ônibus saíram de Corumbá, no interior do Mato Grosso do Sul e seguiam para São Paulo.

Os seis ônibus rodoviários seguem no posto da Polícia Rodoviária Federal nas margens da BR-262, no município de Campo Grande, para que a situação seja esclarecida.

Em caso de os passageiros não apresentarem a situação regular, a Polícia Federal entrará no cenário e passará fazer o processo de deportação dos passageiros em situação irregular para a Bolívia.

A entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade por fronteiras terrestres, rodovias, ou por transporte aquaviário, está proibida no Brasil desde o dia 14 de outubro e foi prorrogada no último dia 14 por mais 30 dias. Conforme o governo, a restrição foi adotada em razão da pandemia do novo coronavírus.

A ocorrência foi levada até a Polícia Federal no aeroporto da capital de Mato Grosso do Sul, onde há o atendimento voltado para estrangeiros. De lá, os bolivianos podem ser responsabilizados civil, administrativa e penalmente, e devem ser deportados, como informou a TV Morena.

De acordo com a PRF, eles alegaram que iriam até São Paulo para fazer compras. A Viação Andorinha que locou os ônibus para os estrangeiros disse que eles saíram de Corumbá, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o país vizinho.

A Polícia Rodoviária Federal segue apurando a entrada dos bolivianos no Brasil, já que o país faz fronteira com a Bolívia, através de uma rua no município de Corumbá, no interior do Mato Grosso do Sul.

Os agentes buscam informação de a entrada dos bolivianos, possuir alguma atuação dos coiotes, conhecidos agentes que facilitam a entrada de pessoas estrangeiras no Brasil., de forma irregular.

O número de bolivianos nos ônibus ainda não foi informado.

Viação Andorinha emite nota sobre os ônibus fretados

Em nota, a Viação Andorinha informou que fretou os seis ônibus rodoviários para guias do país vizinho, mas alegou que o fretamento é legal e regular e que a documentação dos passageiros é de responsabilidade do contratante.

Empresa pode ser multada se houver irregularidades na contratação dos ônibus

De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal, será analisado a forma como os ônibus foram alugados e, se ficar constatado irregularidade no transporte e, principalmente, que a empresa sabia das intenções do grupo, poderá ser multada pela ANTT.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal, Viação Andorinha, TV Morena e Campo Grande News