RJ: Cabo Frio libera banho de mar e entrada de vans e ônibus de turismo neste feriado

RJ: Cabo Frio libera banho de mar e entrada de vans e ônibus de turismo neste feriado

9 de outubro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CABO FRIO – A Prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos, informou que publicou um novo decreto nesta quinta-feira (8), onde passa atualizar as normas para atividades econômicas na cidade entre o dia 9 a 18 de outubro, por conta do feriadão de Aparecida. O novo decreto passa liberar o acesso diário de 40 ônibus e vans de turismo no município e a liberação do banho de mar.

O governo municipal informou que a flexibilização visa atender o turismo por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida, e a semana do saco cheio em Minas Gerais, como forma de atender os turistas que visam visitar a cidade de Cabo Frio.

A Prefeitura informou ainda que mesmo com as regras de flexibilização, a partir desta sexta-feira as barreiras sanitárias irão restringir a entrada de pessoas no município. Apenas poderão entrar pessoas que residem, sejam proprietárias de imóveis, locatárias, trabalham no município ou que tenham reserva em meios de hospedagens legalizados.

As equipes exigirão a apresentação de documentos que comprovem a hospedagem para turistas. Já os moradores deverão apresentar documentos como contas de luz, gás, telefone fixo e internet fixa, segundo a Prefeitura.

Sobre a presença de ônibus de turismo e também de vans, representa segundo o governo municipal, um terço da capacidade do Terminal de ônibus localizado no bairro Jacaré.

Para a entrada desses veículos de turismo em Cabo Frio, seus responsáveis precisarão comprovar o pagamento do Documento de Arrecadação Municipal – DAM, e que o translado os passageiros, só deverá ser feito com a presença de um guia de turismo que resida na cidade e que seja credenciado junto ao Ministério do Turismo.

O novo decreto também estende em uma hora o funcionamento de bares e restaurantes durante esse período. Os estabelecimentos poderão funcionar até 1h. No entanto, devem manter 50% da capacidade.

Os hotéis continuam com restrição em 70% da capacidade. O aluguel de imóveis por temporada permanece proibido.

Com informações da Inter TV e Prefeitura de Cabo Frio