DF: Rodoviários da Auto Viação Marechal Brasília realizam paralisação

DF: Rodoviários da Auto Viação Marechal Brasília realizam paralisação

6 de outubro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

BRASÍLIA – A amanhã desta terça-feira (6), foi marcada com o início da paralisação dos rodoviários da Auto Viação Marechal Brasília, deixando 464 ônibus parados e prejudicando milhares de pessoas no Distrito Federal. Segundo o sindicato que representa os funcionários da empresa, não houve o pagamento de salário. No dia 21 de setembro, a categoria realizou uma paralisação também por falta de pagamento, como podemos ver aqui.

Foto: Reprodução de TV

A Auto Viação Marechal informou que a paralisação surpresa segue prejudicando o transporte de passageiros de diversas regiões como: Taguatinga, Ceilândia, Águas Claras, Estrutural, Vicente Pires e Guará. Ainda segundo a Marechal, até o momento, 82% dos salários dos funcionários foi quitado.

“A crise causada pelo novo coronavírus reduziu em cerca de 60% o número de passageiros transportados, mas a empresa continuou operando com 100% da frota desde o início da pandemia, não reduziu salários ou suspendeu contratos, mantendo todos os postos de trabalho sem nenhuma demissão”, informou a Marechal, em nota.

Ainda segundo a nota, a empresa de ônibus informa que a pandemia do novo coronavírus acabou reduzindo consideravelmente a receita, “levando à insustentabilidade da operação”.

Sobre o aumento de tarifa

De acordo com a direção da empresa de ônibus, foi encaminhando ao governo do Distrito Federal – GDF, várias propostas com objetivo de haver uma revisão tarifárias, para que se evitasse um problema econômico e que o edital de licitação não foi implementado. Além disso, com a pandemia da Covid-19, o quadro ficou mais crítico.

“A Marechal continuará fazendo todos os esforços para cumprir os compromissos com seus colaboradores, fornecedores e prestadores de serviço, além do pagamento de todos os impostos, porém ainda não foi encontrada solução definitiva para a sustentabilidade do Sistema de Transporte Público Coletivo do DF (STPC-DF).”.

O Sindicato dos Rodoviários e o Governo do Distrito Federal ainda não se manifestaram até a publicação desta reportagem, sobre a situação.

Com informações da TV Globo e Correio Braziliense