SC: Justiça determina que 65% da frota de ônibus de Cascavel retome a operação

SC: Justiça determina que 65% da frota de ônibus de Cascavel retome a operação

5 de outubro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CASCAVEL – Uma decisão do desembargador do Trabalho Célio Horst Waldraff, do Tribunal de Justiça de Cascavel, passou determinar que a frota de ônibus do transporte municipal, passa a circular com 65% de sua capacidade, imediatamente. Em caso de descumprimento há uma multa diário de R$ 70 mil ao Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano de Cascavel – Sinttracovel.

A paralisação dos rodoviários de Cascavel, começou nas primeiras horas desta madrugada desta segunda-feira (5). No início da manhã cerca de 50% da frota de ônibus ainda circulava, porém, após às 9h, a categoria resolveu paralisar todo o serviço.

Acredita-se que o Sinttracovel, deva ser notificado pela Justiça ainda no início da noite de hoje, e que nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (6), as empresas de ônibus cumpram com a decisão judicial.

As empresas Viação Pioneira e Capital do Oeste, chegaram recorrer junto à Justiça, alegando que a paralisação dos funcionários seria ilegal, quando por lei ao menos 30% da frota de ônibus, deve estar operando.

Ficou marcado para a próxima sexta-feira (9), uma nova audiência para conciliação às 14h, na sede da justiça de Cascavel.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano de Cascavel – Sinttracovel, informa que as empresas de ônibus seguem se recusando negociar a situação, e que elas ainda seguem devendo o reajuste salarial que foi aprovado no ano passado, quando houve o aumento na tarifa.

Já as empresas de ônibus argumentam que devido a pandemia no novo coronavírus, houve uma queda expressiva na receita que no momento, não há condições para negociar um reajuste.

Com informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina NSC TV