Três estações do BRT Rio foram depredadas e furtadas neste fim de semana

Três estações do BRT Rio foram depredadas e furtadas neste fim de semana

28 de setembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – O Consórcio BRT Rio informou na manhã desta segunda-feira (28), que as estações Curicica, RioCentro e Parque Olímpico foram alvo de criminosos no fim de semana. Os bandidos quebraram vidros, danificaram o circuito de portas e furtaram um total de 190 metros de cabos elétricos.

Foto: Consórcio BRT Rio – Divulgação



Situada no corredor Transcarioca, a estação Curicica teve o vidro da saída da emergência completamente vandalizado. Já as estações RioCentro e Parque Olímpico, localizadas no corredor Transolímpica, tiveram 40 e 150 metros de cabos furtados, respectivamente. Os circuitos das portas de ambas foram danificados. A estação Parque Olímpico ainda teve uma condensadora roubada.

Desde abril, cerca de 100 estações foram vandalizadas e/ou furtadas. Atualmente, o BRT Rio tem um total de 34 estações fechadas por causa desses tipos de crimes. As que foram fechadas em razão da pandemia também acabaram sendo depredadas e não apresentam condições para a reabertura. 


De março até agora, o Proeis, com quem o BRT Rio mantém um convênio, fez 59 detenções. O BRT Rio ressalta que as ações dos operadores de estação são em caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. A segurança em terminais e estações, que são um patrimônio do município, é atribuição do poder público. É o que estabelece a lei complementar municipal número 100, de 15 de outubro de 2009, que cria a Guarda Municipal e prevê, entre outros itens, “proteger bens, serviços e instalações municipais do Rio de Janeiro”. 

Com informações do Consórcio BRT Rio