Ônibus do Transcol seguirão  sem cobradores pelos próximos 60 dias

Ônibus do Transcol seguirão sem cobradores pelos próximos 60 dias

14 de setembro de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

VITÓRIA – A Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura do Estado – Semobi, publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (11), a suspensão temporária do contrato dos cobradores do sistema Transcol, sendo prorrogada por mais 60 dias. De acordo com o governo do estado informou que o pagamento de passagens continua sendo feito exclusivamente com o CartãoGV (Bilhete Único Metropolitano).

Em nota, a Semobi informou que tomou tal medida, após o governo do estado julgar necessário “continuar mantendo as medidas emergenciais que possibilitem a redução do risco de contaminação no Transporte Público (Sistema Transcol) aos usuários e rodoviários pelo coronavírus (COVID-19)”. A secretaria ainda informou que o retorno das atividades dos cobradores será efetivado após o fim dos 180 dias das suspensões de contratos de trabalho, “conforme estabelecido na Medida Provisória nº 936, de 1º de abril de 2020, na Lei Federal nº 14.020, de 6 de julho de 2020, no Decreto Federal nº 10.422, de 13 de julho de 2020 e nas Portarias Semobi N° 020-S, de 13 de maio de 2020, N° 024-S, de 14 de julho de 2020 e nº 026-S, de 10 de setembro de 2020”.

Desde o dia 17 de maio deste ano, os ônibus do sistema Transcol seguem circulando sem cobradores e que 3.500 funcionários foram afastados de duas funções durante 60 dias.

O governador Renato Casagrande anunciou a medida como forma de conter a proliferação do novo coronavírus.“Houve um entendimento para que não tenhamos dinheiro circulando nos ônibus, pois dinheiro é vetor para o contágio”, explicou.

Não ficou descartada a possibilidade de reduzir a circulação de cédulas em outros setores, além do transporte de passageiros. “Restringir circulação do dinheiro no comércio é proibido”, ressaltou o governo por meio de nota.

Com informações do Governo do Estado do Espírito Santo