RJ: Detran segue sem o serviço de emplacamento devido à falta de repasses

RJ: Detran segue sem o serviço de emplacamento devido à falta de repasses

10 de setembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – O serviço de emplacamento segue suspenso no Rio devido o Detran não seguir repassando o pagamento para a empresa terceirizada que é responsável pelo emplacamento de veículo, incluindo ônibus urbanos e rodoviários, a denúncia é da Rádio Band News Fm Rio, confirmada por uma fonte da emissora ligada ao Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Quem possui veículos novos para emplacar, seguem sem o serviço. O processo de torca de titularidade com a troca da antiga placa pela nova do padrão Mercosul, também segue suspenso. O Governo do Rio não informou ao menos até esta manhã, qual o valor que segue atrasado e o motivo da falta de pagamento, já que a taxa do duda segue sendo paga pelos proprietários de veículos que desejam realizar o emplacamento.

Em diversos postos do Rio, da Região Metropolitana e demais regiões do estado, os motoristas seguem com dificuldades em agendas os serviços para transferência de propriedade e emissão de licenciamento anual de veículo.

O Detran Rio, informou em nota que vem se esforçando ao máximo para colocar todos os pagamentos em dia, mesmo em meio a queda brutal de arrecadação gerada pela pandemia. O comunicado ainda ressalta que todo o processo de pagamento do consórcio Emplaca Rio está pronto e autorizado, dependendo apenas do prazo de suspensão dos pagamentos do estado estabelecido pelo decreto 47.242. Mesmo assim, o órgão solicitou autorização excepcional ao governador em exercício, Cláudio Castro, para prosseguir com o pagamento.

O órgão ainda destacou que os proprietários de veículos que estiverem com o licenciamento em atraso e quiserem regularizar a situação não precisam mais fazer agendamento. Para providenciar a regularização, basta o proprietário quitar as taxas dos anos em débito e de 2020 para buscar o licenciamento nas unidades do Detran. Anota diz ainda que o novo mecanismo atende 700 pessoas/dia nos 35 postos abertos no momento.

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito, uma resolução de junho deste ano, suspende a necessidade de emplacamento de veículos novos comprados, em função da pandemia do coronavírus. Ainda de acordo com o Conatran, é importante que os proprietários andem com o documento de nota fiscal do seu veículo.

Com informações do DETRAN/RJ e Band News FM Rio