SP: Paralisação de rodoviários de Itaquaquecetuba atingiu cerca de 15 mil passageiros

SP: Paralisação de rodoviários de Itaquaquecetuba atingiu cerca de 15 mil passageiros

9 de setembro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ITAQUAQUECETUBA – Uma paralisação de rodoviários do município de Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo, iniciada na manhã desta quarta-feira (9), atinge cerca de 15 mil passageiros que acabaram sendo obrigados há utilizarem o transporte intermunicipal que operam linhas na cidade ou que passam pela região.

A paralisação ocorre com os funcionários da Expresso Planalto, que reivindicam o aumento de salários e também dos benefícios, que segundo a categoria acabou sendo reduzido por conta da pandemia do novo coronavírus, sem que houvesse a redução da jornada de trabalho.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba informou que a paralisação é ilegal e que segue tomando as medidas necessárias de acordo com os termos do contrato, e que segue verificando quantas viagens acabaram sendo perdidas e que irá gerar notificação e multa à Expresso Planalto, que é a empresa responsável pelo transporte público municipal.

O governo municipal informou que o os ônibus voltaram a circular por volta de 13h, após um acordo entre a prefeitura e a empresa de ônibus.

A Expresso Planalto ainda não se manifestou sobre os pedidos de seus funcionários que realizaram a paralisação nesta data.

Ainda segundo a administração municipal, por volta das 13h, as partes entraram em um acordo e os veículos começaram a sair da garagem.

Com informações da Prefeitura de Itaquaquecetuba