Vídeo: Empresas de Niterói demitem 332 rodoviários em meio a pandemia da Covid-19

Vídeo: Empresas de Niterói demitem 332 rodoviários em meio a pandemia da Covid-19

31 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

NITERÓI – O município de Niterói vive uma crise sem procedentes no setor de transporte de passageiros. O Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo – Sintronac informa que, nesta segunda-feira (31), as empresas de ônibus Ingá, Brasília e Expresso Barreto, que possuem suas sedes na cidade, demitiram um total de 332 trabalhadores.

Acredita-se que as demissões de funcionários do transporte do Leste Fluminense, possa chegar ao corte de 30 a 40% até o final deste ano, o que de acordo com o Sintronac, pode chegar em torno de 5,4 mil a 7,2 mil funcionários diretos, agravando ainda mais a situação do transporte da região.

As demissões que ocorreram neste último dia do mês de agosto, pegou muita gente de surpresa. As empresas de ônibus que já iniciaram o processo de demissões, pretendem pagar as verbas rescisórias, em 20 vezes, porém, o Sintronac informou que conseguiu um acordo junto a empresa Auto Ônibus Brasília, para que os pagamentos sejam em 15 parcelas.

O sindicato que representa a categoria informou que já encaminhou ao Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Soluções de Disputas da Capital (Cejusc-CAP) do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), para uma mediação e aguarda respostas

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo – Sintronac