SC: Viação Praiana deve retornar as atividades na próxima segunda-feira em Balneário Camboriú e região

SC: Viação Praiana deve retornar as atividades na próxima segunda-feira em Balneário Camboriú e região

26 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

BALNEÁRIO CAMBORIÚ E ITAJAÍ – Na próxima segunda-feira (31), o transporte intermunicipal deve retornar nos municípios de Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí, Itapema e Porto Belo, e com isso, os ônibus da Viação Praiana devem voltar as ruas. A empresa aguarda apenas a liberação oficial dos governos municipais para que possa voltar as atividades.

Nesta última segunda-feira (24), o Governo de Santa Catarina, publicou um decreto liberando a circulação dos ônibus intermunicipais e interestaduais, porém, cada município terá autonomia para liberar ou não a circulação dos coletivos, como já ocorre com Florianópolis, que ainda não permite a entrada de ônibus intermunicipais de fora da região metropolitana e de ônibus interestaduais.

Uma reunião segue agendada para a tarde desta quarta-feira (26), com o governo municipal de Itajaí e com a Vigilância Sanitária, onde estarão divulgando as medidas de prevenção, que as empresas de ônibus deverão adotar com a retomada do transporte de passageiros na cidade.

Demissões em massa chamou atenção

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a empresa já havia dispensado 80% dos seus colaboradores, e na última quinta-feira, 130 funcionários estarão sendo desligados do quadro operacional da empresa de ônibus.

A Viação Praiana seguia há 57 anos oferecendo o transporte de passageiros e segundo a empresa, muitos dos funcionários estava há mais de 20 anos, atuando para que o transporte pudesse ser feito com qualidade e conforto.

Na época, a Viação Praiana chegou emitir um comunicado em sua rede social, informando sobre as demissões que estava realizando, por conta da crise financeira que enfrente durante a pandemia do novo coronavírus.

Atualmente, a empresa de ônibus segue com 120 funcionários, e acredita que apenas 30% desse total será necessário para suprir o serviço na região.

Com informações da Viação Praiana, Governo do Estado de Santa Catarina e NSCTV