Grande Vitória: Termina a paralisação dos rodoviários da Viação Metropolitana

Grande Vitória: Termina a paralisação dos rodoviários da Viação Metropolitana

26 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

VILA VELHA – Terminou nesta quarta-feira (26), a paralisação dos funcionários da Viação Metropolitana, também conhecida como Metropolitana Transportes e Serviços, como informou o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Espírito Santo -Sindirodoviários-ES. A paralisação começou no último dia 20 de agosto, como mostramos aqui.

De acordo com José Carlos Sales, que presidente do Sindirodoviários-ES, os rodoviários decidiram durante uma assembleia retornar a operação, mas informa que os funcionários afirmaram que os valores que estavam em atraso, ainda não foram pagos totalmente.

Nesta quinta-feira (27), os funcionários da empresa devem se reunir para discutir a situação, e até a data, aguardam uma resposta da direção da empresa, para que possa regularizar a situação dos débitos ainda em aberto.

O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória – GVBus, informou que a paralisação foi encerrada e que desde as primeiras horas da manhã de hoje, todos os ônibus seguem circulando. A entidade porém, não comentou sobre os débitos que ainda estão abertos junto aos funcionários da Viação Metropolitana.

Empresa seleciona motoristas

Em meio a crise que a empresa enfrenta, a Viação Metropolitana que opera linhas do Sistema Transcol, acabou abrindo vagas para novos motoristas, mesmo ainda não conseguindo realizar os débitos em aberto, de seus funcionários, chamando atenção da categoria.

Os funcionários da empresa, acreditam que as novas contratações, servirá para substituir os rodoviários que participaram da paralisação.

A Viação Metropolitana alega que a contratação é para garantir o que foi decidido por meio de uma liminar expedida nesse sábado (22) pelo Tribunal Regional do Trabalho – TRT/ES, que obriga a circulação de pelo menos 60% da frota da operadora, por ser o transporte público uma atividade essencial,  já que devido a paralisação, essa porcentagem não está sendo garantida pelos funcionários.  

Com informações da Prefeitura de Vila Velha, Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória – GVBus e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Espírito Santo -Sindirodoviários-ES