Expresso Nordeste recebe autorização da ANTT para operar linha em Uberlândia, Goiânia e Brasília

Expresso Nordeste recebe autorização da ANTT para operar linha em Uberlândia, Goiânia e Brasília

21 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

BRASÍLIA – A Expresso Nordeste, empresa que opera diversas linhas intermunicipais no estado do Paraná e também linhas interestaduais, acaba de receber a Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, autorização para começar operar a partir desta sexta-feira (21), o trecho entre as cidades de São Paulo, Uberlândia, Goiânia e Brasília.

A empresa de ônibus é conhecida pelo excelente atendimento aos seus clientes, assim como por ter uma das frotas mais novas e mais modernas do Brasil, proporcionando mais conforto e segurança aos passageiros, como já ocorre com outras empresas de ônibus.

A portaria 526/2020, afirma a nova operação da empresa nos seguintes trechos:

I – De: SÃO PAULO (SP), JUNDIAÍ (SP), CAMPINAS (SP), AMERICANA (SP), LIMEIRA (SP), RIO CLARO (SP), SÃO CARLOS (SP), ARARAQUARA (SP) e RIBEIRÃO PRETO (SP) Para:

UBERABA (MG), UBERLÂNDIA (MG), ITUMBIARA (GO), APARECIDA DE GOIÂNIA (GO), GOIÂNIA (GO), ANÁPOLIS (GO) e BRASÍLIA (DF);

II – De: UBERABA (MG) Para: APARECIDA DE GOIÂNIA (GO), GOIÂNIA (GO), ANÁPOLIS (GO) e BRASÍLIA (DF); e,

III – De: UBERLÂNDIA (MG) e BRASILIA (DF) Para: APARECIDA DE GOIÂNIA (GO), GOIÂNIA (GO) e ANÁPOLIS (GO).

Ainda segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres, o pedido de liberação do trecho, teve a solicitação impugnação das empresas de ônibus: Empresa Princesa do Norte, Viação São Luiz, Auto Viação 1001, Auto Viação Catarinense, Viação Cometa S.A, Expresso da Prata, Expresso Guanabara, Consórcio Guanabara de Transportes,  Viação São Bento, JBL Turismo Ltda, Empresa Gontijo Transportes, Rotas de Viação do Triângulo, Rodoviário São Bento, todos negados pela ANTT.

A Expresso Nordeste ainda não se manifestou sobre a nova autorização de mercado que passará explorar.

Com informações da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT