Joinville sinaliza para manter suspenso o transporte de ônibus até o final do mês

Joinville sinaliza para manter suspenso o transporte de ônibus até o final do mês

18 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

JOINVILLE – A Prefeitura de Joinville vai prorrogar a partir deste domingo (23), ao menos até o final do mês de agosto, a suspensão do transporte coletivo de passageiros, como forma de tentar conter a proliferação do novo coronavírus. Acredita-se que o governo municipal, publique ainda nesta terça-feira o decreto.

A prefeitura justifica a extensão da suspensão do transporte de passageiros, devido ao aumento de casos confirmados da Covid-19 na cidade, deixando os leitos de UTI da rede pública, completamente lotados. Ao menos até o dia 30 de agosto, a circulação de ônibus estará proibida na cidade.

Uma portaria emitida pelo Governo do Estado, a liberação ou não do transporte coletivo feito por ônibus, passou ser responsabilidade de cada município no início de junho, quando ocorreu a retomada gradual do serviço na cidade.

Não demorou muito para que o governo do estado, determinasse a suspensão do transporte de ônibus novamente em cidades de regionais de saúde em situação “gravíssima” em classificação de risco para a pandemia. É o caso da região de Joinville: por isso, os ônibus não estão rodando desde 20 de julho.

Ônibus da saúde seguem suspenso na cidade

As linhas de ônibus municipais destinadas ao atendimento aos trabalhadores da saúde de Joinville, seguem suspensas desde o dia 9 de agosto.

Na cidade, os profissionais de saúde protestam contra a decisão. A Prefeitura de Joinville informou que fez uma proposta da subvenção de R$ 7,5 milhões, como forma de compensar de forma parcial os prejuízos das empresas de ônibus que operam na cidade.

Ainda segundo o governo municipal, o projeto acabou sendo retirado da Câmara de Vereadores, após diversas resistência política na cidade, prejudicando quem mais precisa do transporte, onde as linha só poderão voltar quando o serviço coletivo foi restabelecido.

Com informações da Prefeitura de Joinville