Rio: Quatro estações do BRT Rio foram vandalizadas e dois homens presos por furtos no fim de semana

Rio: Quatro estações do BRT Rio foram vandalizadas e dois homens presos por furtos no fim de semana

10 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – O Consórcio BRT Rio informou que dois homens foram presos no fim de semana por danificar estações do BRT. Um deles foi detido quando furtava cabos elétricos na manhã de domingo, dia 9, na estação Aeroporto de Jacarepaguá. Ele foi encaminhado para a 16ª DP. Outro já havia sido preso pelo mesmo crime na estação Centro Metropolitano, na última sexta-feira. Ambos foram flagrados pela equipe de monitoramento no Centro de Controle Operacional (CCO), através do sistema de câmeras, que acionou os  agentes do Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis). Desde março, 39 criminosos foram presos por roubo ou furto nas estações e terminais do BRT Rio. 

Foto: Consórcio BRT Rio – Divulgação

No sábado, em outro caso, a estação Pedro Correa ficou horas sem energia após furto de cabos. Na madrugada desta segunda-feira, a estação Pontal teve a bilheteria e as máquinas de autoatendimento depredadas por vândalos.

“Desde fevereiro, o BRT Rio conta com o Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), com policiais militares que patrulham as estações e terminais. Esse apoio é fundamental, mas  precisamos que o poder público intensifique a atuação para conter essa onda crescente de vandalismo e furtos”, afirma o presidente executivo do BRT Rio, Luiz Martins.

Foto: Consórcio BRT Rio – Divulgação

Desde abril, cerca de 100 estações foram alvo de vândalos e bandidos. Hoje, o BRT tem 33 estações fechadas por causa de depredação ou furtos de equipamentos.

É importante destacar que a segurança em terminais e estações é atribuição do poder público, conforme estabelece a legislação. As ações dos operadores de estação do BRT Rio são em caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. Ou seja, eles não têm poder de polícia. Coibir transgressões, delitos e crimes de qualquer natureza é atribuição das forças policiais, sejam do Município ou do Estado do Rio de Janeiro.

Com informações do Consórcio BRT Rio