São Paulo: ANTT apreende cinco ônibus clandestinos na região do Brás

São Paulo: ANTT apreende cinco ônibus clandestinos na região do Brás

6 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – Um operação da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, iniciou nesta última terça-feira (4), apreendeu cinco ônibus clandestinos com cerca de 155 passageiros. A ação visa combater o transporte interestadual clandestino de passageiros, que saem da região do Brás, bairro localizado no Centro de São Paulo.

Foto: Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT – Divulgação

De acordo com a ANTT, os ônibus clandestinos, seguiriam com destinos aos municípios de Belo Jardim, em Pernambuco, Goiânia, Sete Lagoas e Guaxupé, no interior de Minas Gerais, assim como Itapema, em Santa Catarina.

Foram emitidos vinte autos de infrações com valor total aproximado de R$ 80 mil, encaminhados para cinco responsáveis pelos ônibus que foram apreendidos. Ainda segundo a Agência Nacional de Transporte Terrestres – ANTT, os veículos seguiam viagem com pneus sem condições de uso e ou pneus carecas, assim como o transporte de produtos perigosos no bagageiro, motoristas sem treinamento para transporte coletivo, entre outra infrações do código de transporte brasileiro.

Foto: Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT – Divulgação

Segundo a ANTT, os responsáveis pelos ônibus de transporte rodoviário clandestino, quando flagrados por fiscalizações, são autuados apenas administrativamente porque não há uma lei que tipifique a irregularidade como crime.

Entretanto, quando flagrados cometendo a irregularidade, os responsáveis pelo veículo apreendido são obrigados a pagar a viagem para todos os passageiros em ônibus regulares, além das multas aplicadas pelos fiscais.

Foto: Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT – Divulgação

Todos os 155 passageiros, que estavam a bordo dos ônibus apreendidos, acabaram sendo transferidos para empresas regulares de transportes, com as passagens pagas pelas empresas que foram autuadas.

Os veículos apreendidos foram levado para ao pátio da ANTT em São Paulo e devem fica por lá por 72 horas.

Com informações da ANTT e TV Globo