Vídeo: PRF flagra ônibus pirata que aparentava ser de linha regular na BR-070 no DF

Vídeo: PRF flagra ônibus pirata que aparentava ser de linha regular na BR-070 no DF

30 de julho de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

CEILÂNDIA – Agentes da Polícia Rodoviária Federal, flagraram um ônibus pirata muito semelhante aos ônibus regularizados que circulam na região de Águas Lindas Goiás (GO). A abordagem aconteceu na manhã desta quinta-feira (30/7), às margens da BR-070, próximo a Ceilândia no Distrito Federal. O ônibus estava com a cor alterada irregularmente de branco para azul.

A equipe da PRF recebeu uma denúncia de passageiros do próprio ônibus de que estava fazendo transporte irregular de Águas Lindas de Goiás (GO) para Ceilândia (DF). Já próximo a Ceilândia, os policiais localizaram o veículo e verificaram que ele era muito similar aos ônibus que fazem transporte urbano da cidade, da empresa Taguatur.

O veículo transportava 49 pessoas, mas não possuía autorização para realização de transporte interestadual de passageiros. Alguns passageiros relataram que, pela semelhança, só perceberam tratar de veículo clandestino após embarcarem. Os ocupantes também informaram que o pagamento seria realizado ao final da viagem e o valor cobrado seria de cinco reais (R$ 5,00) por pessoa.

Na inspeção veicular, os policiais constataram ainda que o veículo é registrado na cor branca, mas foi pintado na cor azul. Segundo o condutor, a alteração foi realizada recentemente e por isso a alteração de característica ainda não tinha sido formalizada junto ao Departamento de Trânsito do Distrito Federal – Detran/DF). Ele informou ainda que resolveu realizar o transporte pirata pois não estava mais conseguindo frete, devido ao isolamento imposto por causa da COVID-19.

Os policiais fizeram os Autos de Infrações devidos pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e solicitaram apoio de agentes da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, que fizeram os Autos de Infrações pelo transporte ilegal de passageiros e apreenderam o veículo. O motorista responderá por exercício ilegal de profissão.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal